Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE I-PSS DO PECA 2018

Resumo

Introdução

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma das patologias mais comuns nos homens a partir dos 50 anos, podendo associar-se a sintomas do trato urinário inferior (LUTS). Na avaliação inicial recomenda-se utilizar escores de sintomas para avaliar seguimento e manejo do paciente. O I-PSS (Escore Internacional de Sintomas Prostáticos) apresenta sete perguntas que avaliam a gravidade dos sintomas prostáticos.

Objetivos

Análise do I-PSS aplicado sob demanda espontânea em homens residentes de Araraquara entre os dias 24 e 31 de Janeiro de 2018.

Métodos

Trata-se de um estudo transversal que analisa o I-PSS de homens, com média de 56 anos, que procuraram o serviço do Programa de Expedições Científicas e Assistenciais (PECA), por demanda espontânea, realizado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo na cidade de Araraquara em Janeiro de 2018. Foram atendidas 687 pessoas, sendo 35,2% do sexo masculino. Deles, 88 foram submetidos ao questionário I-PSS. O questionário avaliou 7 questões que foram classificados gradualmente de 0 a 6, sendo 0 a ausência do sintoma e 6 a maior recorrência.

Resultados

Dos sintomas avaliados, o de maior prevalência foi o número de vezes que o indivíduo se levanta à noite para ir ao banheiro. Dos 88 indivíduos, 65 relataram o sintoma, com somatória de 152 pontos. Este sintoma foi seguido pelo de urina dentro de duas horas depois da última micção, que obteve 50 resultados diferentes de 0 mas que atingiu uma maior somatória, de 160 pontos, indicando que houve uma maior porcentagem de indivíduos que atribui a este sintoma maiores notas.
O sintoma com menor somatória de pontuação foi a força para começar a urinar. No entanto, 68,75% dos homens que relataram a presença desse sintoma atribuíram a ele nota 5. Enquanto que, para o sintoma mais prevalente, apenas 9,23% dos sintomáticos deram máxima pontuação.
Ademais, 85,22% dos pacientes que responderam o questionário apresentaram pelo menos um sintoma de armazenamento e 15,9% apresentaram os três sintomas de armazenamento. 57,95% dos pacientes apresentaram pelo menos um sintoma de esvaziamento e 10,22% apresentaram os quatro sintomas de esvaziamento. Além disso, 6,81% dos pacientes apresentaram todos os sintomas de esvaziamento e todos os sintomas de armazenamento.

Conclusões

Em suma sintomas de armazenamento tiveram maior prevalência e somatória de pontos. No entanto, os sintomas de esvaziamento tiveram maior recorrência de nota máxima.

Palavras Chave ( separado por ; )

I-PSS; HPB; LUTS

Área

Hiperplasia Prostática Benigna

Instituições

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - Sao Paulo - Brasil

Autores

Juliana Lima de Carvalho, Juliana Lima de Carvalho, Alyne Niyama, Alyne Niyama, Alan Rechamberg Ziroldo, Alan Rechamberg Ziroldo, Giovanni Demartino, Giovanni Demartino, Roni de Carvalho Fernandes, Roni de Carvalho Fernandes, Rafael Ribeiro Zanotti, Rafael Ribeiro Zanotti, Fernanda Monteiro Orrelana, Fernanda Monteiro Orrelana, Deusdedit Cortez Vieira da Silva Neto, Deusdedit Cortez Vieira da Silva Neto, Luís Gustavo Morato de Toledo, Luís Gustavo Morato de Toledo