Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

O ACESSO SAGITAL ANTERIOR TRANSANORETAL (ASTRA) NO TRATAMENTO DA ESTENOSE DA ANASTOMOSE POS PROSTATECTOMIA RADICAL.

Resumo

INTRODUÇAO: A estenose da anastomose pós prostatectomia radical é uma das complicações mais temidas no tratamento do câncer de próstata. As modalidades de tratamento adotadas na prática urológica variam desde manipulações endoscópicas (uretrotomia interna) associadas ou não a dilatações, uso da cistostomia de forma definitiva, derivações continentes e as reconstruções da anastomose uretro-vesical por via perineal ou abdominal-perineal combinadas.
O acesso sagital anterior transanoretal (ASTRA), apesar de descrito para realização de uretroplastias posteriores desde a década de 70 (Gecelter 1970), é rotineiramente usado para outras condições da urologia reconstrutora e cirurgia pediátrica, e seu uso no tratamento de estenoses uretrais e da anastomose uretro-vesical não são descrito na literatura contemporânea.
OBJETIVO: Avaliar as etiologias comumente envolvidas nos casos de estenose de uretra posterior onde o acesso sagital anterior transanoretal foi utilizado.
MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizado revisão dos prontuários dos pacientes submetidos a uretroplastia por via sagital anterior transanoretal (ASTRA) entre janeiro de 2010 e fevereiro de 2019 no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). Foram avaliadas as patologias e procedimentos envolvidos na etiologia da estenose de uretra.
RESULTADOS: Ao todo, foram realizadas 37 uretroplastias por via sagital anterior transanoretal (ASTRA) para tratamento de patologias da uretra. As causas envolvidas na origem da estenose foram: 16/37 (43.2%) fraturas pélvicas (trauma), 15/37 (40.5%) estenose da anastomose pós prostatectomia radical, 2/37 (5.4%) re-estenose de uretroplastia posterior, 1/37 (2.7%) acidente durante cateterismo vesical e 3/37 (8.1%) outras causas.
CONCLUSÃO: A estenose da anastomose uretro-vesical representa uma das condições mais presentes entre as etiologias das estenoses de uretra posterior onde o acesso sagital anterior transanoretal (ASTRA) pode ser aplicado. Este acesso fornece uma nova forma de se abordar esta temida condição, devendo ser oferecida como opção aos tratamentos convencionais, já que a reconstrução termino-terminal classicamente oferece os melhores resultados na reconstrução uretral.

Palavras Chave ( separado por ; )

estenose de uretra; estenose da anastomose; Astra; Acesso sagital anterior transanoretal

Área

Trauma / Uretra / Urologia Reconstrutora

Instituições

UERJ - Rio de Janeiro - Brasil

Autores

Miguel de Oliveira Osta, Eloisio Alexsandro da Silva, Thales Mendes Miranda, Caio Henrique Lucio Carrasco, Ronaldo Damião, Luis Augusto Felicio Westin