Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

MUDANÇA NA INDICAÇAO DE PROSTATECTOMIA RADICAL DE ACORDO COM A ESTRATIFICAÇAO PRE-OPERATORIA DE PROGNOSTICO DE RISCO ENTRE 1996 E 2017 EM UM HOSPITAL BRASILEIRO

Resumo

Introdução: Conforme a American Urological Association (AUA), a estratificação prognóstica de risco préoperatório
é definida em baixo (BR), intermediário (IR) e alto risco (AR). Atualmente, com o melhor
entendimento da doença, o paciente de AR passou a ser tratado de forma mais agressiva.
Objetivos: Evidenciar a tendência ao longo dos anos em aumentar a indicação de PR nos pacientes com
doença de AR em um Hospital brasileiro.
Métodos: O estudo foi baseado na revisão de prontuários de 539 pacientes submetidos a PR entre janeiro
de 1996 e dezembro de 2017 no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Curitiba – Paraná.
Resultados: Existiu predileção da PR nos pacientes com doença de BR de 1996 a 2007 (33-56%), com
redução gradual até 28% em 2017. Por outro lado, nos pacientes com doença de AR, houve aumento
gradual na indicação de PR, de 7% em 1996 para 33% em 2017. Não houve alteração no número de
pacientes com doença de IR submetidos a PR.
Conclusão: O estudo sugere aumento de 471% na indicação de PR nos pacientes AR entre 1996 e 2017.

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de próstata; prostatectomia; distribuição temporal

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Santa Casa de Misericórdia de Curitiba - Parana - Brasil, Pontificia Universidade Católica do Paraná - Parana - Brasil

Autores

Eduardo Freitas Ribas, Ana Luiza Moraes Rocha, Ricardo Ehlert, Eduardo Wei Kin Chin, Douglas Jun Kamei, Bruno Romero Guimaraes Pereira, Thiago Tiesse Suzuki, Fernanda Hernandes Cintra, Lucas Vasconcelos Sanvido, Ari Junior Adamy