Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PROSTATECTOMIA RADICAL ROBOTICA EM PACIENTE COM DUPLICIDADE URETERAL COMPLETA E DRENAGEM ECTOPICA PARA A PROSTATA

Resumo

Introdução: A prostatectomia radical robótica é uma das modalidades de tratamento para o câncer de próstata. A crescente utilização do acesso por robô se baseia na redução de taxas de readmissão hospitalar e perda sanguínea, sem alterações nos resultados oncológicos e funcionais se comparados a via cirúrgica aberta. A duplicidade ureteral é a anomalia mais frequente do trato urinário, e quando completa, o seguimento renal superior é drenado por ureter que desemboca em localização ectópica. As estratégias cirúrgicas adotadas na duplicidade ureteral são de suma importância devido o crescente uso da cirurgia robô-assistida e por se tratar da anomalia mais frequente do trato urinário. Objetivo: O trabalho tem como objetivo a apresentação de vídeo de um paciente portador de duplicidade ureteral completa com drenagem ectópica para a próstata e que foi submetido a prostatectomia radical robótica. Métodos: O vídeo em alta resolução foi obtido através da gravação da cirurgia e posterior edição com ênfase na estratégia cirúrgica adotada na duplicidade ureteral completa com drenagem ectópica para a próstata de um paciente acompanhado ambulatorialmente por membros da equipe de autores. Resultados: Paciente masculino, 60 anos, relatou ser portador duplicidade ureteral com ectopia para próstata de polo renal superior hidronefrótico e excluso. Apresentou PSA em 5,4 ng/mL e ressonância multiparamétrica evidenciando PI-RADS 5 com nódulo de 2,0 cm em base esquerda, com suspeita de invasão da cápsula prostática. No toque retal havia área pouco endurecida na mesma topografia descrita pela ressonância. A biópsia evidenciou adenocarcinoma ISUP 5 em 4 fragmentos dos 16 biopsiados. Foi definido em conjunto com o paciente pelo tratamento cirúrgico com prostatectomia radical, sendo a técnica robô-assistida a escolhida. O procedimento foi realizado em março de 2019 com preservação da fáscia endopélvica, secção da veia dorsal com energia monopolar, preservação das bandas nervosas bilateralmente sem utilização de hemolocs. Laudo anatomo-patológico evidenciou adenocarcinoma T3a, 10 linfonodos livres e margens cirúrgicas livres. PSA em 45 dias de 0,04 ng/mL. Conclusão: A duplicidade ureteral completa e drenagem ectópica para a próstata não é uma doença rara, porém o trabalho difere dos demais pelo fato da abordagem cirúrgica concomitante do câncer de próstata e da duplicidade ureteral ter sido realizada pela técnica minimamente invasiva, robô-assistida, algo raro na literatura existente

Palavras Chave ( separado por ; )

Prostatectomia radical robótica; duplicidade ureteral completa; drenagem ureteral ectópica para a próstata

Área

Uro-oncologia

Instituições

Obras Sociais Irmã Dulce - Bahia - Brasil

Autores

Thiago Garcia de la Torre Meireles, Lucas Prates da Nova, Wendel Souza Kruschewsky, Francisco Carlos Lustiago Junior, Nilo Jorge Leão Carvalho Barretto, Leonardo Marques Calazans, Lana Ferreira Moreira