Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TRATAMENTO DE PEQUENAS MASSAS RENAIS EM PACIENTES ACIMA DE 75 ANOS: AVALIAÇAO DE SEGURANÇA E EFICACIA ONCOLOGICA PRECOCE DOS PACIENTES SUBMETIDOS A ABLAÇAO RENAL PERCUTANEA

Resumo

Introdução: A incidência de pequenas massas renais tem aumentado gradativamente ao longo dos últimos anos devido ao uso mais disseminado e melhor resolução dos métodos de imagem. Sendo assim, as modalidades para o seu tratamento sofreram algumas evoluções. A nefrectomia radical era o padrão ouro para tratamento dos tumores renais, mas com a diminuição de tamanho das massas e o surgimento das técnicas minimamente invasivas, a nefrectomia parcial videolaparoscópica ou robo assitida e a terapias ablativas tornaram-se opções factíveis e seguras.
Objetivos: Análise da segurança e eficácia oncológica precoce dos pacientes submetidos a ablação por radiofrequência de pequenas massas renais acima de 75 anos.
Métodos: Realizada análise retrospectiva, de Novembro de 2016 até Junho de 2018, dos casos dos pacientes acima de 75 anos que foram submetidos a ablação renal percutânea para pequenas massas renais em nosso serviço.
Resultados: O número de pacientes submetidos a ablação por radiofrequência no período analisado foi de 176 sendo 52 deles acima de 75 anos sendo tratadas 60 lesões nos casos selecionados. O estadiamento clínico foi: 55 pT1a, 3 pT1b, 1 Bosniak III e 1 Bosniak IV; sendo o tamanho médio da lesão de 2,36 cm (1,0 - 5,4 cm). Os resultados das biópsias foram: 7 oncocitomas, 17 carcinomas de células claras, 4 papilíferos, 1 cromófobo, 3 angiomiolipomas e 3 negativos. Em 23 casos não foi obtido material suficiente para o diagnóstico histológico, principalmente pelo pequeno tamanho das lesões. No seguimento oncológico foi verificada uma taxa de sucesso de 96,34% após a primeira aplicação. A taxa de complicações precoces após o procedimento foi 27,2%, e, desses casos, mais da metade foram classificadas como Clavien I.
Conclusões: A ablação por radiofrequência mostrou-se segura e eficaz, com baixa taxa de complicações no pós-operatório. Apresenta resultados promissores no seguimento oncológico, apesar de ainda precisar de um tempo maior de seguimento.

Palavras Chave ( separado por ; )

tumores renais; doenças renais; biópsia renal; nefrectomia; técnicas de ablação

Área

Uro-oncologia

Instituições

Instituto Prevent Senior - Sao Paulo - Brasil

Autores

Alexandre Augusto Monteiro Sato, Fabiano Matsumoto, Gabriel Barbosa Franco, Leandro Gonçalves Silva, Fabricio Prospero Machado, Mauricio Kauark Amoedo, Silvio Fontana Velludo, Frederico Jovita, Alex Dufloth Santin, Demian Junkglaus Travesso