Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A TÉCNICA DE ANASTOMOSE INTESTINAL NA CISTECTOMIA RADICAL IMPORTA? COMPARAÇÃO ENTRE AS TÉCNICAS MANUAL E MECÂNICA

Resumo

Introdução: Cistectomia radical é procedimento cirúrgico associado a altas taxas de complicações. Apesar dos avanços tecnológicos, aumento da experiência cirúrgica e melhoras nos cuidados peri-operatórios, a incidência de complicações mantém-se relevante. Variações na técnica vem sendo avaliadas, quanto ao impacto nos resultados pós operatórios dos pacientes submetidos à cistectomia, como por exemplo quanto à técnica de anastomose intestinal.
Objetivos: Avaliar se existe impacto nos resultados pós operatórios, a depender do tipo de técnica utilizada na realização da anastomose intestinal, em cistectomia radical.
Métodos: Realizada revisão retrospectiva de prontuários médicos de 82 pacientes, submetidos à cistectomia radical a céu aberto, por neoplasia maligna da bexiga, no período de 2014 a 2018, no Hospital Santa Marcelina/SP.
Resultados: Dentre os 82 pacientes avaliados, 67% foram submetidos à anastomose manual, enquanto 33%, à anastomose mecânica. Complicações pós operatórias ocorreram em 44% dos pacientes, sendo 54% complicações graves (Clavien Dindo III - V). Não houve diferença no número de complicações entre os grupos (p = 0,65). Em relação à ocorrência de óbitos e reabordagens cirúrgicas, também não foi encontrada associação relevante (p = 0,83 e p = 0,74, respectivamente). Ao se avaliar tempo operatório e tempo de internação, não se encontrou relação estatisticamente significante (p = 0,39 e p = 0,38, respectivamente).
Conclusões: Tanto a anastomose manual quanto a anastomose mecânica são igualmente efetivas para realização de anastomose intestinal, durante a cistectomia. Em termos de complicações pós-operatórias, tempo de internação e tempo operatório não houve diferenças. Complicações severas após realização de cistectomia radical permanece um problema, apesar de variações e melhorias na técnica cirúrgica.

Palavras Chave ( separado por ; )

Anastomose intestinal ; Cistectomia Radical ; Complicações cirúrgicas

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Santa Marcelina - Sao Paulo - Brasil

Autores

Iure Carvalho Souza, Thyago Vieira Soares Nóbrega, Lucas Bonachi Vergamini, Luiz Felipe Brollo, André Lazzarin Marani, José Augusto Farias Silva Jr, Manuela Rissoli Ramos, Marcos Francisco Dall'Oglio, Fabiano Matsumoto, Auro Antonio Simões Souza