Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

HOSPITAL DIA EM TERAPIA FOCAL COM HIGH-INTENSITY FOCUSED ULTRASOUND (HIFU) PARA O TRATAMENTO PRIMARIO DO CANCER DE PROSTATA LOCALIZADO: EXPERIENCIA INICIAL DE 37 PACIENTES.

Resumo

Introdução
Ultrassonografia focal de alta intensidade (HIFU) é uma terapia não-invasiva, de ação única e livre de radiação que usa orientação de imagem em tempo real e direciona o feixe focalizado de ondas de ultrassom para ablação térmica de uma porção selecionada da próstata.
Objetivo
Demonstrar a segurança e viabilidade da terapia focal (TF) de HIFU em um ambiente de hospital-dia (HD), como uma opção principal do tratamento de câncer de próstata (CaP) Gleason (Gl) 6 ou 7 (ISUP 1 a 3) comprovado por biópsias de fusão por ultrassonografia transretal e ressonância magnética (RM), em um estudo prospectivo de 30 pacientes iniciais.
Método
Análise prospectiva unicêntrica inicial de 37 pacientes com CaP unilateral, candidatos a TF (hemiablação ou ablação super-focal) como opção de tratamento primário de agosto de 2018 a março de 2019. Todos os pacientes foram reavaliados por RM e biópsia de próstata de fusão e apenas pacientes com doença unilateral (Gl 6 de alto volume ou Gl 7), volume prostático menor que 50 cm3 e sintomas leves do trato urinário inferior foram incluídos.
Resultados
Trinta e sete pacientes foram inscritos como candidatos para TF com base em resultados de biópsia. Sete foram excluídos e passaram por tratamento radical devido a um upgrade de Gl e 4 devido à ressecção transuretral de próstata (RTUP) concomitante, totalizando 26 pacientes nas análises. A média do volume prostático, idade, PSA e região de interesse foram: 44,7cm3, 65,1 anos, 6,09 ng/dl e 0,97cm; respectivamente. RM pré-procedimento mostrou 5,2% dos pacientes com PIRADS 2, 15,7% com PIRADS 3, 68,4% com PIRADS 4 e 10,5% com PIRADS 5. A biópsia mostrou 6 pacientes com ISUP 1 unilateral, 14 pacientes com ISUP 2 unilateral e 6 pacientes com ISUP 3. A hemiablação foi realizada em 20 pacientes e a ablação super-focal em 6 deles. Receberam alta entre 2 e 4 horas após o procedimento. O cateter uretral foi mantido por 7 dias. Dois pacientes tiveram retenção urinária refratária tratada com RTUP; nenhum dos pacientes apresentou incontinência urinária, piora da função erétil, sangramento, complicações infecciosas ou fístulas retais.
Conclusão
O HD para TF com HIFU é seguro e viável como opção primária para CaP localizado de risco baixo e intermediário, com potencial impacto clínico. Uma reavaliação completa com RM e biópsia de próstata de fusão está relacionada com a mudança de estratégia de tratamento em cerca de 30% dos pacientes, sendo obrigatória em todos os pacientes indicados para TF.

Palavras Chave ( separado por ; )

HIFU; câncer de próstata; hospital-dia

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Israelita Albert Einstein - Sao Paulo - Brasil

Autores

Alexandre Dib Partezani, Guilherme Cayres Mariotti, Paulo Priante Kayano, Priscila Mina Falsarella, Oliver Rojas Claros, Gustavo Caserta Lemos, Marcos Roberto Gomes Queiroz, Rodrigo Gobbo Garcia, Ronaldo Hueb Baroni, Arie Carneiro