Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Citocinas inflamatórias na prostatectomia radical: uma comparação prospectiva entre as técnicas aberta e robótica

Resumo

Introdução e objetivos: O câncer de próstata é o tumor mais frequente em homens e a segunda maior causa de morte nos países ocidentais. As opções de tratamento curativos são a cirurgia e a radioterapia. Atualmente a cirurgia robótica tem sido amplamente utilizada, mas nem todos os aspectos foram esclarecidos sobre os seus benefícios em comparação à cirurgia aberta, principalmente no que diz respeito à morbidade, efeitos oncológicos ou recuperação pós-operatória. A cirurgia minimamente invasiva demostra ser melhor para recuperação imediata devido a diferentes respostas inflamatórias sistêmicas. Nosso objetivo foi comparar a expressão de citocinas inflamatórias em diferentes momentos em pacientes que foram submetidos à prostatectomia radical aberta e robótica. Métodos: Foram coletadas amostras de soro de 40 pacientes submetidos à prostatectomia radical robótica e de 20 pacientes submetidos à cirurgia aberta em quatro momentos distintos. Para a cirurgia robótica, foram coletados os seguintes grupos (tempos): T1- antes da anestesia, T2 - durante a indução do pneumoperitôneo, T3 - durante a introdução dos trocartes e T4 - na sala de recuperação anestésica. Para a cirurgia aberta os grupos T1 e T4 foram semelhantes ao primeiro grupo e o grupo T2 foi durante a indução da anestesia e o T3 durante a incisão abdominal. As citocinas IL-4, IL-8, IL-6, IL-1B, IL-10 e TNF-α foram avaliadas pelo ensaio de ELISA / Multiplex e xMAP - Luminex. Resultados: Em ambas as técnicas, os níveis de IL-10 e IL-6 foram maiores em T4 em comparação com os outros grupos (p = 0,001). Os níveis de IL-10 e IL-6 foram maiores em T4 na cirurgia aberta em comparação com a cirurgia robótica (p = 0,000 e p = 0,001, respectivamente) (tabela 1). Conclusão: Após o procedimento cirúrgico robótico ou aberto, foram detectados níveis mais elevados de IL-10 e IL-6 em T4. A IL-6 atua como uma citocina pró-inflamatória e a IL-10 é uma citocina anti-inflamatória, que inibe a síntese de todas as outras citocinas. Comparando os dois grupos, os níveis de IL-6 e IL-10 foram maiores em T4 da cirurgia aberta. O aumento da IL-10 pode ser reativo ao aumento de IL-6, impedindo o maior processo inflamatório em pacientes submetidos à cirurgia aberta, uma vez que estudos recentes publicados não mostram diferenças nas taxas de dor entre essas duas abordagens cirúrgicas.

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de próstata; Prostatectomia Radical; Marcadores Inflamatórias

Área

Ciência Básica

Instituições

FMUSP - Sao Paulo - Brasil, HAOC - Sao Paulo - Brasil

Autores

Lucca Juvele Zampolli, Denise Quinto, Sabrina T Reis, Katia R Leite, Miguel Srougi, Ruan C A Pimenta, José Arnaldo S Cruz, Hamilton Zampolli, Anderson L Sousa, Carlo C Passerotti