Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Desenvolvimento de aplicativo digital para avaliação de resultados funcionais após prostatectomia radical robótica

Resumo

Aplicativos, sites e softwares desenvolvidos para smartphones e tablets são cada vez mais utilizados na área da saúde. O rastreio do câncer de próstata (CP) permite o diagnóstico da doença em fases iniciais, possibilitando a realização de procedimentos curativos como a prostatectomia radical. Entre as principais complicações após a cirurgia estão a incontinência urinária e a disfunção erétil. No entanto, os números exatos relacionados a essas morbidades não são bem estabelecidos, devido à brevidade das consultas. Portanto, o objetivo desse estudo foi desenvolver um aplicativo para coletar dados de pacientes sobre a recuperação após o tratamento em um ambiente informal e mais confortável. Métodos: O aplicativo foi desenvolvido utilizando-se o sistema IONIC Framework e aplicado aos pacientes através de um estudo prospectivo randomizado. Foram incluídos 100 pacientes divididos em dois grupos 1. Pacientes que usaram o aplicativo (n = 50) 2. Pacientes que responderam às questões através de questionários validados impressos (grupo controle) (n = 50). Todos os pacientes receberam orientações para responder aos questionários nos períodos de um, três, seis e doze meses após o procedimento. O grupo de pacientes que utilizou o aplicativo receberam via SMS seu nome de usuário e senha para acesso ao sistema e foram enviados alertas para responderem aos questionários. Resultados: O aplicativo desenvolvido foi denominado UroHealth e está disponível para download na Apple store ou no site www.urohealth.com.br. A média de idade dos pacientes foi de 64,45 anos (± 8,33). A média de idade, PSA, volume da próstata, grau ISUP e estadiamento patológico foram semelhantes entre os grupos. Quando avaliamos as taxas de resposta, encontramos que 43,8% dos pacientes responderam ao questionário pré-operatório no grupo que utilizou o aplicativo, e 16,3% dos pacientes responderam no grupo controle (p = 0,003). O seguimento em um, três, seis e doze meses mantiveram taxas de resposta mais altas no grupo que utilizou o aplicativo, embora sem significância estatística (p> 0,05).Conclusão: O desenvolvimento de aplicativos, como o UroHealth, pode ser de grande utilidade no monitoramento de pacientes após procedimentos cirúrgicos, permitindo informações de boa qualidade quanto à recuperação e morbidade relacionada ao tratamento. Nossos resultados iniciais indicam que esta ferramenta pode se tornar muito útil na obtenção de respostas mais frequentes e realistas.

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de próstata; aplicativo digital; Incontinência Urinária; Disfunção Erétil

Área

Uro-oncologia

Instituições

FMUSP - Sao Paulo - Brasil

Autores

Leandro Freitas Faria, Sabrina T Reis, Anderson Lopes Sousa, Katia R Leite, Miguel Srougi, Jose Arnaldo S Cruz, Daniel Ilias, Geraldo Xavier, Felipe Fakhouri, Carlo C Passerotti