Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A UTILIZAÇAO DE DOIS SISTEMAS DE CLASSIFICAÇAO DA COMPLEXIDADE DE CALCULOS RENAIS COMO PREDITORES DE COMPLICAÇOES POS-OPERATORIAS E TAXA LIVRE DE CALCULO EM NEFROLITOTOMIA PERCUTANEA

Resumo

Introdução: A litíase urinária é uma doença muito prevalente na população mundial. Embora as opções cirúrgicas para abordagem dos cálculos possam variar, o objetivo de qualquer intervenção é obter a melhor taxa livre de cálculos com a menor morbidade possível. A Nefrolitotomia Percutânea (NLP) é o tratamento padrão para cálculos grandes e complexos do trato urinário superior. A despeito de seu caráter minimamente invasivo, a NLP não é absolutamente eficaz e nem isenta de complicações. Em 2011, Thomas et al descreveram o Guy’s Stone Score (GSS), baseado no tamanho do cálculo e na anatomia renal. Okhunov et al, em 2013, isolaram as variáveis verificadas na tomografia computadorizada sem contraste e desenvolveram um sistema de pontuação denominado S.T.O.N.E. Objetivo: avaliar o GSS e o S.T.O.N.E. Score como ferramentas preditoras de taxa livre de cálculos e complicações pós-operatórias em NLPs. Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo. Foram incluídos os pacientes, com diagnóstico de nefrolitíase, submetidos a NLP , no período de 01 de setembro de 2016 até 31 de outubro de 2017. Os dados foram obtidos através da revisão de prontuários e acesso aos sistemas digitais de exames laboratoriais e radiológicos. Foi realizada a análise descritiva completa das variáveis quantitativas, bem como a distribuição da frequência relativa de variáveis qualitativas. As variáveis qualitativas foram correlacionadas com os sistemas de classificação (GSS e S.T.O.N.E) utilizando o teste T-Student. As variáveis quantitativas foram correlacionadas com os sistemas de classificação utilizando o teste de correlação de Pearson. Foi considerada significância estatística para valores P <0,05 . O intervalo de confiança foi de 95%. Resultados: Foram incluídos 102 pacientes no estudo. A média de idade foi de 53,8(± 11,9) anos. A taxa livre de cálculos foi de 69,6%. Foi encontrada significância estatística nas correlações do GSS e S.T.O.N.E com a presença de cálculo residual, sangramento intraoperatório e necessidade de reinternação. A média da queda no nível sérico de hemoglobina foi de 1,12 (±0,86) g/dl e estão relacionadas a pontuações mais elevadas nos dois escores. As taxas de complicações não guardaram relação com os sistemas de pontuação. Conclusão: GSS e S.T.O.N.E foram bons preditores da taxa livre de cálculo. Porém, não foi possível estabelecer uma relação entre os sistemas aplicados e a capacidade de predizer complicações pós-operatórias.

Palavras Chave ( separado por ; )

Nefrolitotomia; percutânea; escores; livre; cálculos; complicações.

Área

Litíase / Endourologia

Instituições

HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL DE SÃO PAULO - Sao Paulo - Brasil

Autores

Pedro Daher Carneiro Gamberini, Luis Augusto Seabra Rios, Renato Panhoca, Mário Henrique Bueno Bavaresco, Helio Begliomini, Wagner Aparecido França, Gustavo Barros Pena Ribeiro Paiva