Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

RESULTADOS DA NEFROLITOTRIPSIA FLEXÍVEL PARA TRATAMENTO DOS CÁLCULOS CORALIFORMES

Resumo

Introdução: A urolitíase é afecção urológica frequente, com prevalência relativamente alta e crescente devido aos hábitos dietéticos modernos. O tratamento correto é fundamental para melhora sintomática e para evitar sequelas. Nos cálculos coraliformes (CC) este cuidado deve ser redobrado, pois é comum a perda funcional do rim acometido. A evolução desfavorável pode ser relacionada ao retardo no início do tratamento, ao uso de técnicas inadequadas ou a complicações secundárias a procedimentos terapêuticos. A nefrolitotripsia percutânea (NLPC) é considerada o tratamento padrão para a maioria dos cálculos coraliformes, com excelente eficácia, mas com potencial de complicações graves como sangramento ou lesões do trato gastrointestinal. A nefrolitotripsia flexível (NF) é alternativa para os pacientes que recusam a realização da NLPC ou com alterações hematológicas e anatômicas que contraindiquem o procedimento percutâneo. O uso da NF para tratamento dos CC é discutível devido à necessidade de múltiplos procedimentos, ao alto custo e à necessidade do uso de cateter duplo J por longos períodos. Objetivos: Analisar o perfil epidemiológico dos portadores de CC incluídos no estudo e descrever os resultados do uso da NF no tratamento destes pacientes. Métodos: Foram selecionados todos os pacientes portadores de CC tratados através de NF na Master Clínica de Cascavel-PR, no período entre março de 2011 e março de 2019, com análise dos dados epidemiológicos destes pacientes, dados relacionados ao procedimento e à evolução pós-operatória. Resultados: Foram incluídos 9 pacientes no estudo, sendo 8 do sexo feminino (89%) e 1 masculino (11%). A média de idade foi de 43 anos (18 a 67). Os CC completos foram 3 (33%) e os incompletos 6 (66%). Foram realizadas, em média, 2,8 sessões por paciente (2 a 4), com tempo cirúrgico total médio de 208 minutos (75 a 370). A duração média do tratamento foi de 57 dias (20 a 107). A análise do pós-operatório mostrou a ocorrência de pielonefrite aguda em 1 paciente, com melhora após Ceftriaxone por 10 dias e cálculo residual de 0,5 cm em 1 paciente. Todos os outros obtiveram fragmentação e eliminação completa dos cálculos. Conclusões: O uso da NF para tratamento dos CC é viável em pacientes selecionados, com boa resolução dos cálculos e baixo índice de complicações. Os fatores limitantes e que devem ser discutidos com o paciente são a necessidade de múltiplas sessões, o uso prolongado de cateter duplo j e o custo elevado.

Palavras Chave ( separado por ; )

coraliforme; nefrolitotripsia; flexivel

Área

Litíase / Endourologia

Instituições

Fundação Assis Gurgacz - Parana - Brasil, Master Clinica - Parana - Brasil

Autores

Fabio Luiz Souza, Milton Tatsuo Tanaka, Jose Barbosa Mendes JR, eduardo fernando pacagnan, Alex sato tanaka, Gustavo M C martins, Patricia Freitag Ferreira, Diego Sato Tanaka, Iago Augusto Santana Mendes, Lucas Rossato Krhun