Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

REDUZINDO CUSTOS NA PROSTATECTOMIA RADICAL ROBOTICA – TECNICA COM USO DE 3 PINÇAS.

Resumo

Introdução: A prostatectomia radical robótica se estabeleceu nos países desenvolvidos como a via preferencial para o tratamento do câncer de próstata localizado. No entanto, os custos relacionados à implantação e dos materiais de consumo para cada procedimento (pinças cirúrgicas e descartáveis) são significativamente altos, um problema para difusão do método nos países emergentes. O desenvolvimento de novas técnicas com intuito de baratear o custo torna-se necessário para proporcionar o acesso à tecnologia ao maior numero de pacientes.
Objetivos: Demonstrar a viabilidade da prostatectomia radical robótica com uso de 3 pinças, e utilização de materiais permanentes re-esterilizáveis.
Métodos: Homem, 56 anos, com diagnóstico de adenocarcinoma da próstata e programação de tratamento cirúrgico. Devido às condições limitadas de recursos financeiro, foi negociado com hospital redução dos custos condicionado ao uso de menor número de pinças robóticas. Sob anestesia geral e preparo habitual, realizado pneumoperitônio com agulha de Veress permanente e introduzido 4 trocateres de 8 mm permanentes para os braços robóticos (da Vinci Xi), e 2 trocateres de 5mm permanentes para o auxiliar. Utilizado 1 tesoura, 1 fenestrado bipolar e 1 porta-agulhas. Após dissecção do espaço de Retzius, secção do colo vesical, dissecção das vesículas seminais e dissecção posterior da próstata, foi realizado ponto em “X” na próstata ao nível do colo vesical. Este fio ficou reparado pelo porta-agulhas locado no 4º braço do robô, permitindo ampla movimentação, manipulação e exposição da próstata. Prosseguiu-se a dissecção lateral dos feixes neurovasculares, e finalmente a secção da uretra e ressecção da próstata. Terminou-se o procedimento com anastomose uretro-vesical.
Resultados: Tempo de cirurgia foi de 145 minutos. Perda sanguínea estimada de 250 mL. Paciente evoluiu assintomático, alta no 1º dia. Retirada sonda vesical após 7 dias. Apresentou-se continente, sem uso de absorventes após 30 dias e retomou relações sexuais após 60 dias, com uso de tadalafila 5mg diário. Exame anatomopatológico confirmou tumor localizado e margens livres.
Conclusão: Esta técnica econômica de prostatectomia radical robô-assistida com uso de apenas 3 pinças é factível, de fácil aprendizado, proporciona resultados imediatos e funcionais similares à técnica com 5 pinças. Aparentemente não compromete resultados oncológicos tornando-se uma alternativa para a disseminação da robótica nos países emergentes.

Palavras Chave ( separado por ; )

cirurgia robótica; prostatectomia; câncer de próstata; baixo custo.

Área

Uro-oncologia

Instituições

HOSPITAL MORIAH - Sao Paulo - Brasil, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SAO PAULO - Sao Paulo - Brasil

Autores

JOAO PADUA MANZANO, TIAGO CYRILLO DEVITTE, RAFAEL TSUTOMU MARTINS YADOYA, LUIS HENRIQUE BALLONI, FREDERICO TEIXEIRA BARBOSA, DANIEL LUIZ PAULILLO, DAVI SOUZA CONSTANTIN, FABRIZIO MAGALDI MESSETTI, JOSE RICARDO CRUZ SILVINO, RICARDO LUIS VITA NUNES