Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

INTERPRETAÇAO DA UROFLUXOMETRIA – UMA PESQUISA GLOBAL SOBRE CONFIABILIADADE INTER E INTRA OBSERVADOR

Resumo

Introdução: Sintomas do trato urinário inferior são comuns em crianças. Para avaliação adequada desses sintomas, a International Children's Continence Society (ICCS) recomenda a chamada urodinâmica não invasiva, que inclui diário miccional, ultrassonografia com avaliação de resíduo pós-miccional e urofluxometria. Infelizmente, há uma grande variabilidade intra e inter observador na definição das formas das curvas de fluxo, o que pode levar a problemas de comunicação e análise de dados. O objetivo deste estudo é avaliar a confiabilidade inter e intra-avaliador na interpretação da urofluxometria.
Métodos: 864 questionários foram enviados por e-mail para profissionais de saúde que lidam com urologia pediátrica em todo o mundo. As questões incluíam dados demográficos, 11 curvas de fluxo, sendo duas curvas duplicadas. Os entrevistados descreveram os fluxos com base na classificação da ICCS, se eles eram contínuos ou fracionados (CF), e pela forma da curva - sino, platô ou torre (SPT).
Resultados: Um total de 29,5% dos questionários retornaram com respostas dos 5 continentes. Setenta por cento eram médicos (44% urologistas) e 60% relataram mais de 10 anos de experiência. Confiabilidade intra avaliador para curvas repetidas demonstrou menor taxa de concordância para curva em sino comparando a classificação ICCS vs. SPT (p=0,02), e também para a curva em platô interrompida quando comparada a CF (p<0,01). A confiabilidade inter avaliador para o conjunto de 7 curvas contínuas demonstrou baixa taxa de concordância entre a classificação ICCS e o SPT (p<0,01). Para as 6 curvas fracionadas, baixa taxa de concordância também foi observada comparando a classificação do ICCS com CF (p<0,01). Aqueles com maior tempo de experiência no campo (>10 anos) foram mais confiáveis (p<0,01).
Conclusões: Este é o maior estudo sobre confiabilidade inter e intra observador em urofluxometria em uma população díspar. Houve uma baixa taxa de concordância tanto inter e intra observador. A concordância intra avaliadores foi maior para curvas classificadas como CF. Em nossa opinião, o uso de formas de curva deve ser abandonado dando lugar a um sistema de índice de fluxo (Flow Index) e classificação da curva apenas como CF.

Palavras Chave ( separado por ; )

Urodinâmica; LUTS; Fluxometria; Criança

Área

Urologia Pediátrica

Instituições

Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) - Minas Gerais - Brasil, Yale University - Department of Urology - - Estados Unidos

Autores

Jose Murillo B Netto, Sarah Lambert, Therese Collett-Gardere, Kaitlyn Murphy, Adam Hittelman, Israel Franco