Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PASSO A PASSO DA LINFADENECTOMIA ESTENDIDA ASSISTIDA POR ROBO PARA CANCER DE PROSTATA

Resumo

Introdução: um benefício da cirurgia comparada a tratamentos alternativos para câncer de próstata, como a radioterapia, é a habilidade de estadiar patologicamente. A linfadenectomia é o único método preciso para detectar metástases linfonodais, sendo assim uma ferramenta diagnóstica e prognóstica. As possíveis localizações nodais envolvidas no câncer de próstata incluem: ilíaca externa e obturatória (38%), ilíaca interna (25%), ilíaca comum (16%), para-aórtica e para-caval (12%), pressacral (8%) e inguinal (1%). Maior sobrevida livre de recorrência bioquímica foi encontrada em pacientes com linfonodos negativos submetidos a uma linfadenectomia mais estendida durante a prostatectomia radical, sugerindo que uma linfadenectomia mais estendida pode ter um benefício terapêutico por remover micrometástases que não foram identificadas por exame histológico rotineiro.
Métodos: os limites da linfadenectomia padrão são: artéria ilíaca externa (anterior), parede pélvica (lateral), parede vesical (medial), assoalho pélvico (posterior), ligamento de cooper (distal) e a artéria ilíaca comum (proximal). No entanto, até 42% das metástases podem estar fora da área de linfadenectomia padrão e evidências mostram que ao menos 20 linfonodos são necessários para um estadiamento ótimo. A linfadenectomia estendida inclui linfonodos ao longos dos vasos ilíacos comuns podendo-se estender até os linfonodos pré-sacrais ou ainda para-aórticos. Uma ótica de 30 graus voltada para baixo é geralmente preferida e as peças podem ser removidas individualmente ou com uso de uma bolsa extratora. O portal para a ótica pode ser posicionado ligeiramente mais cefálico, facilitando para a dissecção tão proximal quanto na aorta, se necessária. Deve-se ter cuidado para evitar lesão do nervo e vasos obturatórios, vasos ilíacos e ureter durante o procedimento.
Conclusão: ainda é necessário muito debate sobre o tema, mas o mais importante é que, se realizada, a linfadenectomia deve ser adequada e realizada de forma segura.

Palavras Chave ( separado por ; )

Próstata; linfadenectomia

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Felício Rocho - Minas Gerais - Brasil, Pós-gradução Ciências Médicas - MG (PGCM - MG) - Minas Gerais - Brasil

Autores

Rodrigo Lolli Almeida Salles, Pedro Romanelli, Paulo Batista de Oliveira Arantes