Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EXTRAÇAO LOMBAR DO CATETER URETERAL APOS NEFROLITOTOMIA PERCUTANEA: UMA POSSIBILIDADE DE REDUZIR CUSTOS EM CENTROS DE ATENDIMENTO TERCIARIO

Resumo

INTRODUÇÃO: Nefrolitotomia percutânea (NLP) é o tratamento preferencial para cálculos renais grandes e complexos. A crescente realização de NLP sem colocação de nefrostomia ao final do procedimento envolve a colocação de cateter ureteral, que requer cistoscopia adicional para a remoção sua remoção, aumentando o custo, taxa de complicações e estresse psicológico do paciente.
OBJETIVO: Avaliar a viabilidade, segurança e dor da extração do cateter ureteral através de um fio preso a ele, exteriorizado através do acesso percutâneo no flanco após NLP.
MÉTODOS: Um estudo prospectivo foi realizado de junho de 2013 a maio de 2018 avaliando dificuldade em remover o cateter, dias até a recuperação, vazamento de urina pelo flanco e dor durante a extração. Foram realizados controle de hemoglobina e ultrassonografia em todos os pacientes para avaliar as complicações 3 dias após a extração. Os critérios de inclusão foram ausência de complicações durante a NLP, como lesão de sistema coletor, sangramento grave ou fragmentos clinicamente residuais. O teste “t” de Student foi utilizado para avaliação de significância estatística.
RESULTADOS: Um total de 292 pacientes foram submetidos a NLP e 39 preencheram os critérios de inclusão. O número médio de dias entre a NLP e a extração do cateter foi de 8,58 dias, com sucesso em 95% dos casos. Nenhum paciente se queixou de vazamento excessivo de urina pelo flanco e 87% referiram dor insignificante. A queda média de hemoglobina foi de 0,18 g/dL. Insignificante coleção de líquido perirrenal foi observada em 4 pacientes durante ultrassonografia, sem repercussão clínica. Não houve correlação entre o número de dias até extração do cateter e as outras variáveis analisadas.
CONCLUSÃO: A extração de cateter ureteral pelo flanco após a NLP é viável, segura e indolor para pacientes cujo cateter está programado para ser retirado em poucos dias. Parece ser uma boa opção na redução de custos e complicações, pois oferece a possibilidade de evitar cistoscopia adicional para retirada do cateter ureteral.

Palavras Chave ( separado por ; )

Nefrolitotomia Percutânea; Cateterismo Urinário; Cistoscopia

Área

Litíase / Endourologia

Instituições

UNIFESP/EPM - Sao Paulo - Brasil

Autores

Bruno Rafael Müller, Gustavo Freschi, Fernando Figueiredo Berti, Nelson Gattas, Alex Elton Meller