Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

QUALIDADE DE VIDA E SAUDE SEXUAL DE SOBREVIVENTES DE CANCER DE PROSTATA APOS 10 ANOS DA CIRURGIA

Resumo

Introdução: O câncer de próstata (CaP) é a neoplasia maligna mais comum em homens idosos e um grande problema de saúde pública. Os homens com CaP clinicamente localizado que optam pela cirurgia podem esperar excelente sobrevida a longo prazo para 10 anos de sobrevida específica da doença, em torno de 94%. A prostatectomia radical (PR) é um tratamento curativo para o CaP precoce, com um benefício de sobrevida a longo prazo comprovado. A identificação das consequências físicas e psicológicas da doença e seus vários tratamentos é uma importante questão que deve ser considerada.
Terapia de grupo é um modo de tratamento amplamente praticado, utilizado em um vasto número de configurações, com bom grau comprovado de eficácia.
Objetivo: Avaliar a relação entre qualidade de vida (QV), função erétil e psicoterapia de grupo em pacientes com CaP submetidos à PR
Método: Sessenta pacientes foram avaliados quanto à função erétil (IIEF-5), qualidade de vida (SF-36SF), incontinência urinária (ICQI-SF e ICQI-OAB). Trinta deles realizaram psicoterapia de grupo duas semanas antes e 12 semanas após a cirurgia
Resultados: Os pacientes que realizaram psicoterapia de grupo apresentaram melhores escores no IIEF-5, satisfação com a vida em geral, satisfação com a vida sexual e na relação com o parceiro; melhores resultados do SF-36SF, com exceção de dois domínios: dor e componente emocional. Houve correlações significativas entre IIEF-5 e percepção de desconforto (p = 0,030), funcionamento físico (p = 0,021), componente físico (p = 0,005) e componente emocional (p = 0,009) em pacientes submetidos à psicoterapia de grupo. Nos pacientes que não passaram por psicoterapia de grupo, houve correlações significativas entre ICQI-OAB e percepção de desconforto (p = 0,025), função social (p = 0,052) e componente emocional (p = 0,034); entre ICQI-SF e percepção de desconforto (p = 0,0001)
Conclusão: A psicoterapia de grupo tem um impacto positivo na QV e na função erétil. Não houve diferença na função urinária dos dois grupos. Após 10 anos de cirurgia, apesar de incontinência urinária ainda estar afetando a maioria dos pacientes, e não terem uma boa função erétil, os sobreviventes apresentam um resultado muito bom em QV e uma boa satisfação na vida em geral e com a vida sexual. Mais estudos são necessários para identificar o impacto da auto percepção e do autoconhecimento no manejo pós-operatório da PR

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de Próstata, Qualidade de Vida, Saúde Sexual, Incontinência Urinária, Prostatectomia Radical

Área

Uro-oncologia

Instituições

UNICAMP - Sao Paulo - Brasil

Autores

Angela M E P Naccarato, Sophia Consuelo Souto, Wagner Eduardo Matheus, Ubirajara Ferreira, Fernandes Denardi