Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

COMPARAÇAO ENTRE ANESTESIA LOCAL - COM 3-PHASES PTAS (PREEMPTIVE TARGET ANESTHETIC SOLUTION) - VERSUS BLOQUEIOS DO NEUROEIXO EM PROSTATECTOMIAS RADICAIS ABERTAS

Resumo

Introdução. Mais de 80% dos pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos experimentam dor aguda pós-operatória e aproximadamente 75% relatam essa dor como moderada, severa ou extrema. Estudos têm demonstrado que a associação de anestesia geral e anestesia local pode melhorar os resultados pós-operatórios através de efeitos sinérgicos na via da dor. Nesse sentido, a 3-phases PTAS (Preemptive Target Anesthetic Solution), desenvolvida pelo Dr João Carlos das Neves Pereira, como um dos 36 passos do protocolo do International Perioperative Europrogram tem, há 23 anos, se mostrado eficiente no tratamento da dor e importante ferramenta no conceito de E.R.A.S (Enhanced Recovery After Surgery).

Objetivos. Avaliar o uso da 3-phases PTAS, como anestésico local em pacientes submetidos a prostatectomias radicais abertas em nosso serviço, tendo como objetivo final alta precoce.

Métodos. Foi realizada estudo de coorte com dados referentes a tempo de internação e gastos de 60 pacientes submetidos a prostatectomia radical aberta utilizando anestesia geral, associada a bloqueio do neuroeixo (anestesia subaracnóidea ou peridural), e 58 pacientes submetidos a anestesia geral, associada a anestesia local, do sítio cirúrgico, utilizando 3-phases PTAS, consistindo em pequenas doses de ropivacaina, clonidina, clorpromazina, bicarbonato de sódio, quetamina, hidrocortisona, dexametasona e sulfato de magnésio, atuando de forma multimodal no controle da dor.

Resultados. O tempo médio de internação dos pacientes submetidos a bloqueios foi de 3,83 (DP 1,43), enquanto o tempo médio de internação dos pacientes submetidos a infiltração de 3-phases PTAS foi de 3,12 (DP 1,86), com redução de 19% no tempo de internação e p 0,02. No que diz respeito aos gastos houve economia de cerca de 49 mil reais após a utilização da solução anestésica local.

Conclusão. A 3-phases PTAS mostrou-se efetiva na abreviação do tempo de internação do paciente, com redução de 19% do tempo de internação. Segue em nossa instituição estudo prospectivo, randomizado buscando não só mostrar a efetividade da solução, mas também de todo o protocolo do International Perioperative Europrogram em paciente submetidos a prostatectomia radical aberta, que apesar de estar tornando-se obsoleta na maioria dos países desenvolvidos, ainda é o padrão no tratamento de câncer de próstata nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento.

Palavras Chave ( separado por ; )

3-PHASES PTAS; PREEMPTIVE TARGET ANESTHETIC SOLUTION; PROSTATECTOMIA RADICAL ABERTA

Área

Uro-oncologia

Instituições

Pontifícia Universidade Católica de Campinas - Sao Paulo - Brasil

Autores

Thiago da Costa Travassos, Guilherme Ruiz Martins Brites da Silva, Mario Henrique Grilo Silva, Stefano Augusto Francisco Garisto, Akemi Miyahira Valois Barbosa, Fernando Ribeiro Gonçalves, João Carlos das Neves Pereira, Edison Daniel Schneider Monterio