Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EXPRESSAO DE PTEN SEGUNDO OS GRUPOS PROGNOSTICOS ISUP 2014 E PADROES MORFOLOGICOS DO GLEASON 4

Resumo

Introdução: Em 2014, a International Society of Uropathology (ISUP) propôs a classificação do adenocarcinoma prostático em 5 grupos prognósticos (Gleason 6=grupo1-melhor prognóstico; 3+4=grupo2; 4+3=grupo3; Gleason 8=grupo4 e Gleason 9 ou 10=grupo5-pior prognóstico). Diversos estudos apontam, como outro fator de pior prognóstico, a perda da expressão do gene PTEN (deleção 10q23.3). Discute-se, ainda, associação entre padrão cribiforme (Gleason 4) e expressão de PTEN com prognóstico desfavorável. Objetivos:Avaliar a expressão do PTEN nos grupos prognósticos da ISUP 2014 e nos padrões morfológicos cribiforme, glomeruloide e mucinoso (Gleason4). Métodos: Levantados os casos de adenocarcinoma de próstata com prostatectomia radical nos últimos 3 anos, com peças enviadas ao Serviço de Anatomia Patológica da Santa Casa de São Paulo. As lâminas foram revisadas. Utilizada a técnica de tissue microarray (TMA), com confecção de 4 blocos de parafina contendo 2 amostras por caso. Realizada coloração em hematoxilina e eosina (HE) e reação imunoistoquímica para PTEN. Presença dos padrões cribiforme, glomeruloide e mucinoso analisada no HE. Expressão de PTEN na imunoistoquímica foi definida como positiva ou negativa. Os dados foram compilados para banco de dados e submetidos a testes estatísticos de qui-quadrado e exato de Fisher(programa SPSS versão 13.0) Resultados: Dos 66 casos, 31,8% (21) eram do grupo prognóstico 3 da ISUP 2014; 28,8% (19) do 2; 19,7% (13) do 5; 12,1% (8) do 1 e 7,6% (5) do 4. PTEN foi positivo em todos os casos do grupo 1. Houve perda da expressão em 1 caso do grupo 2; 7 do grupo 3 e 2 do grupo 5 (p=0,057). Padrão cribiforme estava presente em 19 amostras, sendo 9 do grupo 3. Em 6 destes casos, houve negatividade para PTEN (p=0,027). O padrão glomeruloide ocorreu em 4 amostras e o mucinoso em 8, sem significância estatística em relação ao PTEN (p=1,00/p=0,342). Conclusões: Dentre os padrões morfológicos, o cribiforme está relacionado à perda da expressão do PTEN (p<0,05). São necessários mais estudos para comprovar a relação entre este padrão e pior evolução, de modo que o relato da morfologia cribiforme e perda de PTEN venham a contribuir para a decisão clínica frente às biópsias. Glomeruloide e mucinoso não demonstraram relação com expressão de PTEN. A relação da expressão de PTEN com os grupos prognósticos da ISUP 2014 foi sugestiva (p=0,057) porém, não estatisticamente significativa. O aumento da amostragem pode determinar significância.

Palavras Chave ( separado por ; )

adenocarcinoma de próstata; PTEN; cribiforme; prognóstico

Área

Uro-oncologia

Instituições

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo - Sao Paulo - Brasil

Autores

Gustavo Hideki Orikasa, Fabiana Toledo Bueno Pereira, Tatiana Veri de Arruda Mattos, Victor Hideo Ohama, Dino Martini Filho, Vitor Scucuglia Bugalho, Roni de Carvalho Fernandes, Luís Gustavo Morato de Toledo