Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TAXAS DE DETECÇAO DO ADENOCARCINOMA, NEOPLASIA INTRAEPITELIAL PROSTATICA E PROLIFERAÇAO ATIPICA DE PEQUENOS ACINOS NA BIOPSIA TRANSRECTAL GUIADA POR ULTRASSONOGRAFIA.

Resumo

Introdução-O câncer de próstata (PCa) é considerado o segundo câncer mais prevalente na população masculina em todo o mundo e representa a 15ª posição em mortes por câncer, em homens, representando cerca de 6% do total de mortes por câncer no mundo. Método –1835 pacientes realizaram TRUSBx, um total de 780 pacientes foram diagnósticados com ADn, 100 pacientes com NIp, 350 pacientes com ASAp e foram avaliadas as seguintes variáveis: idade; nível sérico de PSA; número de fragmentos biopsiados; localização da biópsia (ápice, terço médio, base bilaterais); número de fragmentos acometidos; Gleason-ISUP; porcentagem de acometimento da biópsia. Resultados –As CDRs do adenocarcinoma foram: CDR de 52,57% para 12 biópsias e CDR de 37,41% para 18 biópsias. As localizações na prostáta de maior acometimento em pacientes com adenocarcinoma foram: o terço médio esquerdo (60,38%); base esquerda (58,07%); terço médio direito (57,56%); base direita e ápice esquerdo (55,51%); ápice direito (53,84%). As CDRs da NIp foram: CDR de 5,81% para 12 biópsias e CDR 5,84% para 18 biópsias e as CDRs da ASAp foram: CDR de 7,60% para 12 biópsias e CDR 8,53% para 18 biópsias. O Grupo A obteve Gleason prevalente G3+3 (ISUP 1); o Grupo B obteve Gleason prevalente G3+4 (ISUP-2); o Grupo C obteve Gleason prevalente G4+4 (ISUP 4). Evidenciamos correlação (p = 0,01) entre o aumento do PSA e o aumento do número de locais acometidos com adenocarcinoma na próstata; correlação (p = 0,01) entre o aumento do PSA e o aumento da porcentagem de acometimento do fragmento analisado pelo adenocarcinoma. Conclusão –A divisão dos pacientes por grupos A, B, C auxiliariam em questões clinicapatológica, estadiamento e terapêutica. O terço médio esquerdo (60,38%) e base esquerda (58,07%) são os locais mais prevalentes para acometimento do adenocarcicoma na TRUSBx. As CDR para a NIp foram estatisticamente parecidas entre 12 (CDR 5,81%) e 18 (5,84%) fragmentos, com uma diferença de 0,03% melhor na CDR biópsias de 18 fragmentos. As CDR para a ASAp também foram estatisticamente parecidas entre 12 (CDR 7,60%) e 18 (CDR 8,53%) fragmentos com uma diferença de 0,93% entre as CDRs de 12 e 18 fragmentos, gerando mais custos e possíveis complicações para os pacientes que realizam 18 biópsias.

Palavras Chave ( separado por ; )

Biópsia transrectal guiada por ultrassonografia; Câncer de Próstata; Antígeno prostático específico; Neoplasia Intraepitelial Prostática.

Área

Uro-oncologia

Instituições

Acadêmicos do curso de Medicina do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) - Distrito Federal - Brasil

Autores

Luiz Carlos Araújo Souza, Vinícius Carvalhêdo Cunha , Hugo Oliveira Figueiredo Cavalcanti , João Ricardo Alves, Sandra Lúcia Branco Mendes Coutinho