Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

VALOR DIAGNOSTICO ENTRE 1984 E 2018 DA BIOPSIA TRANSRETAL ORIENTADA POR ULTRASSONOGRAFIA APOS A PROSTATECTOMIA RADICAL.

Resumo

Introdução- O câncer de próstata (PCa) é a segunda neoplasia mais diagnosticada nos homens e a segunda maior causa de morte por câncer em homens no mundo. Foram estimados 1,1 milhão de novos casos, cerca de 15% dos cânceres masculinos, em 2012 na última estimativa mundial. Objetivos – determinar a correlação entre os escores de Gleasson da biópsia por agulha e prostatectomia radical, avaliando os testes diagnósticos da biópsia e prostatectomia radical nos últimos anos, entre 1984 até 2018. Método – análise de 100 pacientes diagnosticados com câncer de próstata por biópsia de agulha sextantes utilizando agulha de calibre 18 que foram submetidos a prostatectomia radical com linfadenectomia e para os quais os escores de Gleason pré-operatórias e pós-operatórias estavam disponíveis. A análise do agrupamento dos escores de Gleason usou três esquemas de categorização para diferenciação: leve, moderada e pobre para todo o grupo e determinamos sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e acurácia. Resultados – evidenciamos que 42% dos pacientes não tiveram alterações nos escore de Gleason da biópsia e da prostatectomia, enquanto 20% foram supergraduados (overgraded) e 38% subgraduados (undergraded) pela biópsia por agulha. A graduação de +1 ponto no escore de Gleason (32%) ou -1 ponto (17%) foram as mais comuns. A maior parte dos pacientes foram classificados como moderadamente diferenciados pelas biópsias (78 e 35% no esquema 1 e 2 ou 3, respectivamente), enquanto 43% dos pacientes receberam uma classificação de intermediária de diferenciação. A acurácia das biópsias variaram de 44 a 76 % para a análise de todos os três esquemas. Conclusão – Existem divergências na concordância entre os escore de Gleason na biópsia e no espécimen cirúrgico, sendo a graduação de Gleason dependente ainda da experiência do médico patologista. Nós mostramos que biópsias sextantes utilizando agulha de calibre 18 e um mesmo grupo de patologistas evidenciaram valores (42%) aceitáveis de concordância entre o escore de Gleason da biópsia e prostatectomia.

Palavras Chave ( separado por ; )

câncer de próstata; biópsia transrectal guiada por ultrassonografia; prostatectomia radical; antígeno prostático específico.

Área

Uro-oncologia

Instituições

Acadêmicos do curso de Medicina do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) - Distrito Federal - Brasil

Autores

Luiz Carlos Araújo Souza , Vinícius Carvalhêdo Cunha , Hugo Oliveira Figueiredo Cavalcanti , João Ricardo Alves , Sandra Lúcia Branco Mendes Coutinho