Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

LAVAGEM EXAUSTIVA DURANTE CIRURGIA DE REVISAO DE PROTESE PENIANA INFLAVEL, POR CAUSAS NAO INFECCIOSAS, DIMINUIU POSITIVIDADE DE CULTURA TECIDUAL

Resumo

Introdução: Já está bem estabelecido que em caso de infecção, a lavagem exaustiva em procedimentos de resgate diminui infecção. Cirurgia de revisão para troca de próteses penianas infláveis, mesmo por causas não infecciosas também tem um risco aumentado de infecção. Em 2008, Henry et al. demonstrou que lavagem exaustiva durante cirurgia de revisão de próteses peniana infláveis diminuiu a taxa de positividade das culturas obtidas durante o procedimento. Objetivos: Apresentar os resultados mais recentes de cultura obtidas antes e após lavagem exaustiva em pacientes submetidos a cirurgia de revisão de próstese peniana inflável por causas não infecciosas. Métodos: Estudo prospectivo no qual foram avaliados pacientes operados por único cirurgião de 2002 até 2012. Durante cirurgia de revisão por causas não infecciosas, foram obtidas culturas de swab da bomba e dos cilindros, bem como obtida cultura de tecido antes a após lavagem exaustiva da loja após retirada da prótese inflável. A lavagem exaustiva foi realizada com solução de antibióticos diluída em solução salina, padronizada na instituição (neomicina, polimixina b, cefazolina, gentamicina associado a povidine diluído). Resultados: Foram incluídos 149 paciente, 59 implantados previamente com próteses sem revestimento anti-bacteriano e 89 com próteses revestidas. Idade média foi de 65 anos (de 33 a 84 anos), 20% eram diabéticos, 78% caucasianos. Média de tempo até a revisão foi de 17 meses (de 3 dias a 156 meses). Dos 149 pacientes 24% tiveram cultura positiva antes da lavagem, esse número diminuiu para 12% após lavagem (36 vs 18 pacientes, p=0,02) No grupo sem revestimento as culturas obtidas por swab foram positivas em 37 pacientes (62,7%). A lavagem exaustiva diminuiu a positividade das culturas de tecido de 42% para 23,7% (25 para 14 pacientes). Os principais microorganismos isolados foram: Staphylococcus epidermidis seguido de S. lugdunensis e Staphylococcus sp. No grupo de próteses revestidas, as culturas obtidas por swab foram positivas em 36 pacientes (40,5%). A lavagem exaustiva diminuiu a positividade das culturas de tecido de 12% para 4,5% (11 para 4 pacientes). Os principais microorganismos isolados foram: Staphylococcus epidermidis seguido de S. coagulase negativa, S. lugdunensis e Enterococos. Conclusões: A lavagem exaustiva do campo cirúrgico em cirurgia para revisão de prótese peniana inflável por causas não infeciosas diminuiu a positividade das culturas de tecidos

Palavras Chave ( separado por ; )

PRÓTESE PENIANA; PRÓTESE INFLÁVEL; INFECÇÃO

Área

Disfunção Sexual

Instituições

ARK-LA-TEX UROLOGY - - Estados Unidos, SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE FORTALEZA - Ceara - Brasil

Autores

GERALDO MUNGUBA MACEDO, GERARD HENRY, DANIEL MOSER, BRUNO ROBERTO SILVA FERREIRA, ANGELO CUNHA FIGUEIREDO FILHO