Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE MULTIVARIADA DA SOBREVIDA DE 415 PACIENTES COM CANCER DE PROSTATA LOCALIZADO TRATADOS COM PROSTATECTOMIA RADICAL.

Resumo

INTRODUÇÃO
O câncer de próstata é a malignidade mais comum no homem, excluindo o câncer de pele não-melanoma. O tratamento da doença localizada divide-se em vigilância ativa, prostatectomia radical, radioterapia ou a combinação de diferentes modalidades.

OBJETIVO
Analisar os resultados cirúrgicos e oncológicos da prostatectomia radical, estabelecendo fatores de riscos para o procedimento cirúrgico e fatores prognósticos para a sobrevida a global.

MÉTODO
Estudo retrospectivo, descritivo, que incluiu pacientes tratados com prostatectomia radical para câncer de próstata localizado, de Janeiro/2009 a Dezembro/2015. Procedeu-se à análise estatística dos dados clínicos e patológicos (SPSS 23.0 e STATA 15,) sendo p<0.05 considerado estatisticamente significativo.

RESULTADO
Um total de 415 pacientes foi analisado. A idade mediana foi de 65 anos. A avaliação da próstata no toque retal foi descrita como normal em 144 (34,7%) pacientes. O valor médio do PSA, na avaliação inicial, de 9,2 ng/ml. Já o PSA médio após o tratamento cirúrgico foi de 0,22 ng/ml. A classificação de Gleason inicial foi 6 em 260 (62,7%) pacientes, e acima de 6 em 155 (37,3%). A mesma avaliação realizada apos tratamento, demostrou 141 (34%) e 274 (66%) respectivamente. Invasão extraprostática foi identificada em 147 (35%) dos casos e infiltração das vesículas seminais em 52 (12,7%).

A sobrevida global em 5 anos foi de 95,4%. Análise univariada mostrou como fatores de risco para pior prognostico tumores com invasão extra capsular, margens cirúrgicas comprometidas, invasão de vesículas seminais, linfonodos positivos e Gleason acima de 6. Na analise multivariada apenas a invasão extra capsular e o Gleason acima de 6 se mantiveram significativos.

CONCLUSÕES
Nesta população, a presença de invasão extra-prostática vista no estudo histológico após a prostatectomia radical, juntamente com o escore de Gleason > 6 mostratam associação negativa com pior prognóstico e sobrevida global.

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de Próstata; Prostatectomia Radical;

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Erasto Gaertner - Parana - Brasil

Autores

Jônatas Luiz Pereira, Ronald Kool, Luiza Mesquita Barbosa, Thamyle Moda de Santana Rezende, João Lucas Aleixes Sampaio Rocha, Júlia Goginski, Raphaella de Paula Ferreira, Phillipe Abreu, Murilo de Almeida Luz, Flavio Daniel Saavedra Tomasich