Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EFETIVIDADE DA RE-REVERSAO DE VASECTOMIA E ANALISE DOS SEUS PARAMETROS PREDITIVOS DE SUCESSO

Resumo

Introdução: Na falha da reversão de vasectomia (RV), e o casal deseja ter filhos somente de forma natural com seus próprios espermatozoides, a única alternativa é a re-reversão da vasectomia (RRV) e, embora que uma segunda microcirurgia possa ser considerada um desafio, a busca de algum parâmetro preditivo de sucesso seria muito útil para orientar esta decisão terapêutica.
Objetivos: Avaliar a efetividade da RRV em pacientes vasectomizados nos quais houve falha de suas RV e determinar qual parâmetro poderia predizer o seu sucesso.
Métodos: Dezessete pacientes consecutivos, que falharam suas RV, foram submetidos à RRV. Os parâmetros do estudo foram a idade dos pacientes, o tempo decorrido entre a vasectomia (V) e a RRV (V-RRVt), o tempo decorrido entre a RV e a RRV (RV-RRVt), a presença de espermatozoides no fluído do vaso deferente (SptzFVD) na RRV e o resultado da análise seminal após a RRV, classificando-o como normozoospermia, oligozoospermia ou azoospermia.
Resultados: A idade média dos pacientes foi de 44,76 ± 6,01 anos (32 a 57). O V-RRVt médio foi de 143,70 ± 77,81 meses (18 a 300) e o RV-RRVt médio foi de 27,88 ± 28,17 meses (6 a 120). SptzFVD na RRV foram encontrados bilateralmente em 8 pacientes (47,06%), unilateralmente em 5 (29,41%) e ausência em 4 (23,53%). A análise seminal após a RRV demonstrou normozoospermia em 9 patientes (52,94%), oligozoospermia em 4 (23,53%) e azoospermia em 4 (23,53%), com uma patência total de 76,47%. O resultado da análise seminal após a RRV revelou uma dependência estatisticamente significativa somente com o parâmetro SptzFVD, ou seja, este foi o único parâmetro preditivo de sucesso da RRV (p<0,01). Além do que, quando SptzFVD foram encontrados bilateralmente, ao invés de apenas unilateralmente, houve uma correlação muito elevada com o resultado de normozoospermia após RRV (Oddis ratio = 10,5).
Conclusões: Na falha da reversão de vasectomia, a sua re-reversão foi efetiva em recuperar mais da metade dos pacientes, de azoospermia para normozoospermia. A presença de espermatozoides no fluido do vaso deferente foi o único parâmetro preditivo de sucesso desta re-reversão, de forma ainda mais expressiva quando esta presença for em ambos deferentes.

Palavras Chave ( separado por ; )

Reversão de vasectomia; Re-reversão de vasectomia; Vaso-vasostomia; Deferente

Área

Infertilidade

Instituições

Clinica Los Angeles - Parana - Brasil

Autores

FERNANDO LORENZINI, MARIANA SIMONATO LORENZINI, CÍCERO A. BEZERRA