Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE DOS PACIENTES INTERNADOS COM AO DIAGNOSTICO DE ESCROTO AGUDO EM UM HOSPITAL DE REFERENCIA DO OESTE DO PARANA

Resumo

O escroto agudo é um dos principais diagnósticos de urgência nos serviços de cirurgia urológica. A maior importância reside no diagnóstico precoce entre afecções clínicas diversas com esta apresentação e a torção testicular que necessita de tratamento cirúrgico urgente. O Ultrassom testicular com doppler colorido está indicado para avaliar e auxiliar no diagnóstico. A alta suspeição clínica e o pequeno intervalo entre o início dos sintomas e o tratamento no hospital de referência gera redução da morbidade, principalmente envolvendo os casos cirúrgicos.
Introdução: Os casos de torção testicular correspondem a maioria dos pacientes internados por diagnóstico sindrômico de escroto agudo. Esta patologia tem importância devido a sua incidência ser maior em jovens, tendo como consequência a perda do testículo se a correção cirúrgica for tardia.
Objetivos: Analisar os pacientes diagnosticados com escroto agudo em um intervalo de dois anos em um hospital de referência, e avaliar o perfil dos pacientes, a etiologia diagnóstica entre os internados e o tempo entre o início dos sintomas e a admissão hospitalar.
Métodos: Estudo retrospectivo observacional com análise dos prontuários dos pacientes internados com AIH de escroto agudo nos últimos 2 anos no HUOP.
Resultados: Dentre os 40 pacientes avaliados, 65% apresentou diagnóstico de torção testicular, 20% orqui-epididimite, 7,5 % hérnia inguinal encarcerada, 5% hidrocele e 3% Síndrome de Fournier. O tempo de evolução do início dos sintomas até a entrada no hospital de referência foi de 12 horas em 65% dos casos. A idade dos pacientes variou de 2 meses a 76 anos, com média de 21,4 anos. E a maioria dos pacientes (87,5%) não apresentava história de trauma escrotal antigo ou recente.
Conclusões: Os dados analisados correspondem com a epidemiologia observada na literatura. O tempo de início dos sintomas até a chegada ao hospital foi maior do que a recomendável, aumentando assim, a morbidade no diagnóstico de torção testicular. Uma melhor orientação e treinamento das equipes de saúde ao referendar estes pacientes ao serviço de referência, pode melhorar estes números.

Palavras Chave ( separado por ; )

Escroto agudo; torção testicular; epidemiologia

Área

Transplante Renal / Miscelânea

Instituições

Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE - Parana - Brasil

Autores

Lucas Zenni Salomao, Fabio Luiz de Souza, Izabella Zgoda, Nikolas Simão Costa, Ana Laura Barreto Ribas, Júlio César Ignochevski Poppi, Malcom Jones Krummenauer Brigo