Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

LUTS-V : UM NOVO SCORE SIMPLIFICADO PARA AVALIAÇÃO DOS SINTOMAS DO TRATO URINÁRIO INFERIOR EM HOMENS .

Resumo

Introdução:O uso de escores para avaliar sintomas do trato urinário inferior(STUI) tem se difundido e é recomendado pelas diretrizes. Embora existam muitos questionários validados, indivíduos com baixo nível de escolaridade podem ter dificuldade de completá-los adequadamente. Nesse cenário pictogramas como o VPSS têm sido usados como uma alternativa., todavia tem sido criticado por alternativas imprecisas e de limitada compreensão Objetivo: Validar o novo e simplificado score para avaliação de homens com STUI(LUTS-V) Métodos: Realizamos adequações no VPSS, resultando em um novo instrumento simplificado (escore visual LUTS - LUTS-V) . No estudo piloto LUTS-V foi aplicado em 50 sujeitos para que fossem identificados problemas de ordem interpretativa. Para a validação da nova ferramenta, utilizamos o International Prostatic Symptom Score (IPSS) como padrão ouro em 300 homens. O escore total do IPSS e do LUTS-V de cada sujeito foram avaliados e para determinar a concordância entre os instrumentos empregou-se os testes de Pearson e de Bland-Altman.Curva ROC foi usada para avaliar a acurácia diagnóstica. Sensibilidade, especificidade e valores preditivos positivo e negativo foram utilizados para descrever as propriedades diagnósticas do novo pictograma. Resultados: A mediana de idade foi de 59[52- 67]anos, e de acordo com o IPSS, 26(8,5%) foram considerados graves, 99(33%)moderados e 175(58,5%) com sintomatologia leve. Houve uma correlação significativa entre LUTS-V e IPSS r=0,72(p<0,001). As análises de Bland-Altman demostraram boa concordância entre os questionários (erro de 6%). A acurácia diagnóstica em detectar os casos mais graves, estimada pela área sob a curva ROC foi de 83%[78–87%]IC95%,p<0,001). LUTS-V> 4 foi o melhor ponto de corte com sensibilidade de 74% e especificidade 78% o que nesse cenário confere um valor preditivo negativo de 81% e valor preditivo positivo de 71%. O tempo de resposta foi de 0,51[0,4-1,1] para o LUTS-V e 2,5[2,2-3,4] minutos para IPSS (p<0,0001). 91,5% completaram os questionários sem ajuda e 8,5% foram conduzidos como entrevista. Conclusão:LUTS-V é uma ferramenta simples, auto administrável com um poder discriminatório significativo para identificar indivíduos com sintomas leves ou moderados e graves.Tais propriedades qualificam o LUTS-V como um instrumento útil para o diagnóstico e acompanhamento de homens com STUI particularmente na atenção primária e populações com menor nível educacional.

Palavras Chave ( separado por ; )

sintomas do trato urinário inferior; homens; pictograma; estudos de validação

Área

Hiperplasia Prostática Benigna

Instituições

Universidade Estadual de Feira de Santana - Bahia - Brasil

Autores

Caroline Santos Silva, Ueslei Menezes Araújo Pereira, Kátia Santana Freitas, Cristiano Mendes Gomes, José Bessa Jr., Ricardo Brianezi Tiraboschi, Mateus Andrade Alvaia, Heros Aureliano Antunes da Silva Maia, Marcio Prado, Leopoldo Neto