Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

COMPARAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE PONTUAÇÃO R.E.N.A.L E PADUA NA PREDIÇÃO DE RESULTADOS PERIOPERATÓRIOS APÓS NEFRECTOMIA PARCIAL LAPAROSCÓPICA

Resumo

Objetivo: Investigar a utilidade clínica na predição dos resultados da nefrectomia parcial laparoscópica (LPN) usando os escores nefrométricos R.E.N.A.L e P.A.D.U.A. Métodos: Revisamos retrospectivamente 44 pacientes que foram submetidos a nefrectomia parcial laparoscópica de 2016 a 2018 em nossa instituição. Os escores R.E.N.A.L e P.A.D.U.A foram atribuídos de acordo com os protocolos descritos para seus sistemas. As relações entre os escores antes da cirurgia e os resultados da cirurgia, tempo de isquemia quente, tempo operatório, perda de sangue estimada, tempo de internação hospitalar e variação percentual da creatinina sérica foram analisados retrospectivamente. Resultados: Dos 44 pacientes analisados, 18 eram do sexo feminino e 26 do sexo masculino. A média de idade foi de 57,95 anos. O tempo médio de isquemia quente no intra-operatório foi de 25,5 min e o tempo médio de cirurgia foi de 159,09 minutos. O sangramento intra-operatório médio estimado foi de 572,73ml e elevação média da creatinina sérica foi de 0,19 mg/dl. Utilizando-se o escore RENAL, a maioria dos casos (50%) foi classificada como tumor de baixa complexidade. Já no escore PADUA temos que a maioria dos casos (40,9%) foi classificada como tumor de média complexidade. Comparando os graus de complexidade de ambos os escores com cada variável encontramos que os tumores de baixa complexidade apresentam menor tempo médio de isquemia quente, menor sangramento estimado e menor elevação da cr sérica no pós-operatório, quando comparados com os de alta complexidade (p<0,05). Quando comparados os dois escores, não houve diferença significativa na correlação com as variáveis. Conclusão: Os escores nefrométricos associam-se com duração da isquemia quente, perda sanguínea intra-operatória e elevação da creatinina sérica no pós -operatório. Nenhum escore (R.E.N.A.L., P.A.D.U.A.) mostrou superioridade sobre o outro.

Palavras Chave ( separado por ; )

Nefrectomia parcial; escores nefrométricos; tumor renal

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Professor Edmundo Vasconcelos - Sao Paulo - Brasil

Autores

Rodrigo de Azevedo, Luciana Garcia Pereira Castro, Vitor Giordano Filho, Renato Amaral Valentim, Sandro Nassar Cardoso