Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CALCULOS RESIDUAIS EM NEFROLITOTOMIA PERCUTANEA: COMPARACAO ENTRE A PERCEPCAO INTRA-OPERATORIA DO CIRURGIAO E A TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA POS-OPERATORIA

Resumo

Introdução:A nefrolitotomia percutânea (NLPC) é o procedimento de eleição para o tratamento cálculos renais maiores de 2cm. Cálculos volumosos e complexos, como as formações coraliformes, resultam, em muitos casos, na presença de litíase residual.
Objetivos: Avaliar a acurácia da percepção intra-operatoria de cálculos residuais em NLPC, comparativamente aos achados tomográficos no pós-operatorio.
Métodos: Foram avaliados 42 pacientes portadores de cálculo renal volumoso submetidos a NLPC, realizadas pelo serviço de Urologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, entre 2016 e 2019. Comparamos as impressões stone-free, por meio de radioscopia e nefroscopia intra-operatórias, registradas pelo cirurgião na descrição cirúrgica, com imagens de tomografias computadorizadas realizadas no pós-operatório imediato ou mediato. Foram considerados stone-free os pacientes com cálculos residuais iguais ou inferiores a 4mm.
Resultados: 32 pacientes foram considerados stone-free pelo cirurgião ao final da cirurgia. Destes, 15 foram confirmados sem cálculos residuais pela tomografia computadorizada. Os 17 restantes apresentavam cálculos residuais. Em média, o número de cálculos residuais foi de 1,29 cálculos, seus tamanhos foram em média de 9,8mm e suas densidades de 823UH. O valor preditivo positivo foi de 100% e o valor preditivo negativo de 46%. A acurácia da impressão intra-operatória do cirurgião em relação às litíases residuais foi de 59%.
Conclusão: A impressão intra-operatória pelo cirurgião de stone-free, em procedimentos de nefrolitotomia percutânea, obteve acurácia de 59%, no presente estudo. A tomografia computadorizada, no pós-operatório, auxiliou a identificação de cálculos residuais não percebidos pelo cirurgião no intra-operatório. Este estudo demonstra a importância da avaliação por imagem após o ato cirúrgico para a avaliação de cálculos residuais, independentemente da percepção médica intra-operatoria.

Palavras Chave ( separado por ; )

NEFROLITOTOMIA PERCUTANEA, NEFROLITIASE, CALCULOS RESIDUAIS, TOMOGRAFIA DE ABDOME

Área

Litíase / Endourologia

Instituições

HOSPITAL DE CLINICAS HC-UFPR - Parana - Brasil

Autores

DANIEL ELIAS CARARA, LUIZ SERGIO SANTOS, Mateus Cosentino Bellote, JOAO RUDOLFO KLEINUBING JUNIOR, GUSTAVO HENRIQUE BONATO, JOAO GABRIEL SILVA LEMES, LYDIO BARBIER NETO, JOAQUIM LORENZETTI ANDRADE, LUCIANO RICARDO SFREDO