Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE MULTIVARIADA DA SOBREVIDA DE 74 PACIENTES COM NEOPLASIA MALIGNA RENAL TRATADOS COM NEFRECTOMIA

Resumo

OBJETIVO
Analisar os resultados cirúrgicos e oncológicos das nefrectomias realizadas para tratamento de tumores renais, estabelecendo fatores de riscos para o procedimento cirúrgico e fatores prognósticos para a sobrevida global.

MÉTODO
Estudo descritivo retrospectivo comparativo. Para pacientes com Tumores Renais a Nefrectomia durante o período de jan-2010 a Nov--2015 no Hospital Erasto Gaertner de Curitiba-PR. Os dados foram submetidos a diversas analises estatísticas, o suporte destas análises foi dos programas SPSS 23.0 e STATA 15, sendo p<0.05 considerado estatisticamente significativo.

RESULTADO
A idade mediana do grupo foi 63 anos, a maioria dos pacientes apresentavam bom estado geral, Performance Status 0 e 1 em 68 (91,9%%) casos. O IMC médio foi de 27,20 kg/m2. Do grupo de pacientes apresentavam histórico de tabagismo 42,6%, historia familiar de cancer39,2%. O tamanho mediano do tumor renal foi de 6,7 cm. O achado foi incidental em 63% dos casos. A principal; queixa foi hematúria, que aconteceu em 24,3%.
Os principais tipos histológicos encontrados foram células claras 59 (79,7%), papilífero 10(13,5%). O Estádio Clinico I foi o mais comumente encontrado com 44 (59,5%) dos pacientes. Apesar disso em 21 (30,9%) pacientes encontramos invasão vascular. Por este motivo a Nefrectomia total foi o procedimento mais comum, Nefrectomia Parcial foi realizada em 16 (21,6%) pacientes. Houve Adrenalectomia associada em 12 (16,4%) casos. Necessidade de hemotransfussão em 11 (14,9%) pacientes. O tempo cirúrgico mediano foi de 180 minutos. Complicações graves aconteceram em 9 (12,2%) casos, necessitando de 2 reoperações.
O estudo mostrou uma sobrevida global de 32,43% em 5 anos e sobrevida livre de doença de 31,08% em 5 anos. Foram considerados fatores de pior prognostico a elevação da creatinina, pior grau de diferenciação. Já foram considerados fatores de bom prognostico o achado incidental do tumor, e presença de hematúria.

CONCLUSÕES
O tumor renal afeta pacientes mais velhos e predomina no sexo masculino. O estudo também mostrou a importância da análise da elevação da creatinina. O achado incidental do tumor e a presença de hematúria como sinal de alerta mostram-se como fatores protetores em relação a sobrevida.

Palavras Chave ( separado por ; )

Câncer de Rim; Nefrectomia Radical

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital Erasto Gaertner - Parana - Brasil

Autores

Ronald Kool, Jônatas Luiz Pereira, Thamyle Moda, João Lucas Rocha, Julia Goginski, Eduardo Da Cás, Raphaella de Paula Ferreira, Phillipe Abreu, Murilo de Almeida Luz, Flávio Daniel Savedra Tomasich