Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

FOTOVAPORIZAÇAO DA PROSTATA COM GREENLIGHT XPS™ 180W: EFETIVO E SEGURO PARA O TRATAMENTO DA HIPERPLASIA BENIGNA DE PROSTATAS GRANDES

Resumo

INTRODUÇÃO: A fotovaporização seletiva da próstata (FSP) com GrennLight Laser XPS (GL-XPS) tem ganho cada vez mais espaço como uma terapia minimamente invasiva e eficaz para o tratamento da hiperplasia benigna da próstata (HPB) em pacientes com adenomas de grande tamanho. Nós reportamos a experiência de um único centro brasileiro no tratamento de próstatas com mais de 80ml de volume com esta tecnologia.
MATERIAIS E MÉTODOS: Entre setembro de 2017 e setembro de 2018, 529 pacientes foram tratados com GL-XPS em um único centro urológico. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo 1 com próstatas < 80ml (n = 402) e Grupo 2 com próstatas ≥ 80ml (n = 127). Os endpoints estabelecidos foram no pré e no pós-operatório o IPSS (International Prostate Symptom Score), o fluxo urinário máximo (Qmax) e o resíduo pós-miccional avaliado pelo ultrassom (US), foram também avaliadas as complicações pós-operatórias, a perda sanguínea, tempo de sonda e o tempo de hospitalização.
RESULTADOS: O tamanho médio das próstatas no Grupo 1 foi de 52.6ml (7-79ml), no Grupo 2 a média foi de 100.3ml (80-188). A médio de energia utilizada do laser foi de 206kJ (range 25-644) aproximadamente 4.06kJ/ml no Grupo 1 e de 357kJ (range 90-663) e 3.54hJ/ml no Grupo 2. O tempo de cirurgia e o tempo médio de uso do laser foi de 54.65 min (10-180) e 26.03 min no Grupo 1, e 79.21 min (25-190) e 40.33 min no Grupo 2, respectivamente. O tempo de sonda foi maior no Grupo 2 (27.60 versus 46.54 horas). A taxa de conversão para ressecção transuretral da próstata (RTUp) foi 1,7% no Grupo 1 e 5,6% no Grupo 2 (7 casos cada); sangramento de difícil controle, necessidade de transfusão e necessidade de cateter vesical no pós-operatório foi maior no grupo 1. O tempo médio de internação foi semelhante (17.27 horas e 16.42 horas no Grupo 1 e Grupo 2, respectivamente). O IPSS, Qmax e o resíduo pos miccional foi semelhante nos dois grupos.
CONCLUSÃO: A fotovaporização da próstata com GreenLight laser XPS se mostrou segura e eficiente em pacientes com próstatas de grande volume e tornou uma alternativa viável as tradicionais técnicas de tratamento para próstatas de maior volume.

Palavras Chave ( separado por ; )

Vaporização Fotosseletiva da Próstata, prostatectomia à laser, GreenLight

Área

Hiperplasia Prostática Benigna

Instituições

Hospital Sancta Maggiore Higienópolis - Prevent Senior - Sao Paulo - Brasil

Autores

Saulo Cunha Recuero, Emerson Luís Zani, Tulio Santos Agresta, Giovani Balasso, Alexandre Stievano Carlos, Rodrigo Batista Alcântara, Diego Guimarães Gouvêa, Felipe Augusto Miranda Rodrigues, Gabriel Barbosa Franco, Leandro Gonçalves Silva