Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

VEIL – VIDEOENDOSCOPIC INGUINAL LINPHADENECTOMY: 10 ANOS DE EXPERIENCIA DA TECNICA DE TOBIAS-MACHADO ET AL.

Resumo

INTRODUÇÃO: A linfadenectomia inguinal é o procedimento indicado no controle linfonodal do câncer de pênis. Esse procedimento clássico é comumente associado a complicações cirúrgicas. A VEIL é uma alternativa minimamente invasiva, conserva os princípios oncológicos e reduz a morbidade.
OBJETIVOS: Avaliar os benefícios da técnica descrita por Tobias-Machado et al.
MATERIAL E MÉTODOS: Foram analisados os procedimentos realizados ao longo de 10 anos com contribuição de diversos centros latino-americanos; Todos os centros utilizaram a técnica descrita por Tobias-Machado et al, J Urol, 2007.
RESULTADOS: Tempo operatório médio: 90 min (60-120), morbidade geral: 20% (5-30) (Classificação de Clavien-Dindo 3-4 - 2%), morbidade da pele: 3% (0-5), morbidade linfática: 15% (5-25), remoção média de linfonodo: 8 (6-16), conversão para aberto: 0%, internação mediana: 1 dia (1-7), média de dias com drenagem: 7 (3-21), readmissão: 5%, punção de linfocele: 10%, reoperação: 0%, + linfonodo: 25%, recidiva inguinal: 2%, sobrevida específica do câncer: 90%, sobrevida global: 85%.
DISCUSSÃO: Devido à falha recorrente dos métodos não invasivos, a VEIL mostrou-se mais efetiva, evitando recidivas e a progressão da doença. Embasado nos dados, por se tratar de cirurgia minimamente invasiva, promove uma baixa morbidade, sendo que o sucesso e a precisão na retirada dos linfonodos, sem lesão arterial, venosa ou nervosa importantes, contribuem para um pós-operatório com poucas complicações e sobrevida elevada. Para utilizar esse método é necessário ter uma equipe experiente, especializada, bem como ser realizado pré-operatório minucioso. Não houve conversão para cirurgia aberta em nenhum dos pacientes e os linfonodos anormais foram mais acessíveis.
CONCLUSÃO: O benefício da técnica de VEIL comparado a técnica aberta, são claros; Semelhança nos resultados oncológicos e redução importante da morbidade e tempo de recuperação.

Palavras Chave ( separado por ; )

VEIL; cancer de penis

Área

Uro-oncologia

Instituições

Faculdade de Medicina do ABC - Sao Paulo - Brasil, Hospital do Cancer de Londrina - Parana - Brasil

Autores

Vinicius Jose Andreotti Panico, Marcos Tobias Machado, Caio Cesar Citatine Campos