Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

RESULTADOS PERINATAIS APOS TRANSFERÊNCIAS DE EMBRIÕES FRESCOS VERSUS DESCONGELADOS

Resumo

Introdução: Estudos têm avaliado a existência de alguma relação entre gestações provenientes de embriões congelados (FET) com as variações de peso e percentil fetal ao nascimento. No entanto, os dados existentes ainda são insuficientes para determinar qualquer tipo de correlação neste sentido. Objetivos: Avaliar os desfechos neonatais no que diz respeito ao percentil fetal, idade gestacional e peso ao nascer, após transferência de FET. Métodos: Estudo retrospectivo de caso-controle, realizado em um centro de reprodução assistida do sul do Brasil. Um total de 1929 embriões foram analisados no período de 2010 a 2019. Foram excluídas gestações múltiplas. As amostras foram divididas em dois grupos: 1) Embriões a fresco (n = 1443) e 2) FET (n = 486) e foram avaliada quanto ao percentil fetal (p<10: Pequenos para a idade gestacional, PIG; p 10-90: adequados para a idade gestacional, AIG; p>90: grandes para a idade gestacional, GIG); quanto a Idade gestacional (IG) ao nascimento: <34 vs. 34-37 vs. >37 semanas e quanto ao peso fetal: <1500g vs. 1500-2499g vs. ≥2500g. Variáveis categóricas foram expressas como porcentagem e comparadas através do teste do qui-quadrado, considerando p <0,05. Resultados: Em ambos os grupos, a maioria dos recém-nascidos era AIG, com IG> 37 semsmsd e peso fetal ≥2500g. Os principais achados ao comprar o grupo 1 com o grupo 2 foram: p<10 (15,2% vs. 7,4%); IG < 34 sem. (7,8% vs. 3,1%); peso fetal ≥2500g (76,9% e 92,2%), p<0,05. Conclusões: Os nascimentos de gestações após FET foram associados a altos pesos ao nascer, menor taxa de prematuridade e menor taxa recém-nascidos PIG, quando comparados a ciclos de transferência a fresco. Nossos dados corroboram com a literatura, que sugere que gestações a partir de FET diminuiriam as chances de prematuridade e baixo peso ao nascer.

Palavras Chave ( separado por ; )

fertilização in vitro; transferência embrionária; peso fetal; percentil fetal.

Área

Infertilidade

Instituições

Fertilitat - Centro de Medicina Reprodutiva - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

Shana Wander Flach, Marta Ribeiro Hentschke, Lilian Okada, Lúcia Helena Dupuy Patella , Vanessa Devens Trindade, João Rosa Michelon, Claudio Telöken, Alvaro Petracco , Mariangela Badalotti