Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ADRENALECTOMIA DIREITA E HERNIOPLASTIA INCISIONAL PFANNENSTIEL ROBOTICO: DOCKING DUPLO EM LITOTOMIA.

Resumo

INTRODUÇÃO: Adrenalectomia laparoscópica é o tratamento de escolha para tumores e hiperplasia de adrenal primária. É também procedimento padrão para as massas adrenais menores que 6cm. A cirurgia laparoscópica no tratamento de grandes hérnias da parede anterior exige o emprego de assistência robótica para um reparo ideal.

OBJETIVOS: O objetivo deste vídeo é mostrar a cirurgia realizada para as duas indicações em tempo único através da cirurgia assistida por robô na plataforma S.

MATERIAL E MÉTODOS: Paciente feminina,45 anos, diagnóstico clínico de Síndrome de Cushing. Tomografia mostrando nódulo de 3cm em adrenal direita e hérnia oriunda de incisão de Pfannenstiel prévia com colo de 7cm.
1. Foi traçada linha entre a adrenal e o orifício herniário.
2. No ponto médio desta linha foi colocado o trocarte da óptica.
3. Dois outros trocartes em linha perpendicular foram colocados com 8cm de distância do inicial para as pinças de trabalho robóticas.
4. Um trocarte de auxílio com 10mm foi colocado entre a óptica e o trocarte direito.
5. Na adrenalectomia o paciente foi colocado em decúbito lateral esquerdo.
6. Para a hernioplastia, a paciente foi reposicionada e colocada em litotomia, com docking do robô entre as pernas.
7. Inicialmente foi dissecado todo o contorno do anel herniário.
8. Realizou-se a sutura do orifício com fio V-lok.
9. Uma tela de duplo mesh foi fixada com grampeador endoscópico.

RESULTADOS: A adrenalectomia foi realizada sem complicações, tempo operatório de 45min, incluindo colocação de portais e docking no dorso do paciente. Hernioplastia sem complicações. Tempo operatório total:3h30min. Paciente recebeu alta no 1º pós-operatório e 6 meses depois foi avaliada com resolução total do hipercortisolismo, sem evidência de recidiva da hérnia e plenamente satisfeita esteticamente.
DISCUSSÃO: A vantagem apresentada nessa abordagem foi a resolução das duas patologias em um único tempo cirúrgico. Na adrenalectomia e hernioplastia convencionais o tempo operatório médio é de cerca de 175min e 60min, respectivamente, portanto o tempo cirúrgico total seria de 4h30min. Essa abordagem permitiu uma significativa redução no tempo cirúrgico total, além de levar a melhores resultados estéticos e pós-operatórios.
CONCLUSÃO: O procedimento cirúrgico descrito se mostrou factível, seguro e com ótimo resultado estético e funcional, com redução da dor durante o período pós-operatório.

Palavras Chave ( separado por ; )

Adrenalectomia; Hernioplastia; robotica

Área

Uro-oncologia

Instituições

Faculdade de Medicina do ABC - Sao Paulo - Brasil, Hospital do Câncer de Londrina - Parana - Brasil

Autores

Vinicius Jose Andreotti Panico, Marcos Tobias Machado, Pedro Freitas Câmara, Hamilton Campos Zampolli, Caio Cesar Citatine Campos, Anis Taha, Rafaela Oliveira Sousa, Pedro Ivo Sanches Martins