Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A DISTANCIA ENTRE A PELE E O CALCULO, AVALIADA PELA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA, PODE PREDIZER A TAXA DE SUCESSO DA LITOTRIPSIA EXTRACORPOREA POR ONDAS DE CHOQUE EM CALCULOS RENAIS DE POLO INFERIOR

Resumo

Introdução: Entre as várias técnicas empregadas hoje em dia, a litotripsia extracorpórea por ondas de choque (LECO) é um dos métodos mais utilizados e considerado bem indicado para cálculos renais de polo inferior menores que 1 cm. É observado que taxa de sucesso da LECO depende do tamanho, localização e composição do cálculo, bem como do biótipo do paciente e da performance do litotridor. Foi comparado nesse estudo, alguns fatores importantes, dando ênfase na distância entre a pele e o cálculo (DPC), medida pela tomografia computadorizada sem contraste (TCSC), como fator preditivo de sucesso.
Objetivos: Demonstrar que a DPC, em cálculo renal de polo inferior, é um fator independente que pode predizer a taxa de sucesso da LECO, nestes casos.
Materiais e Métodos: Foi observado um grupo de 65 paciente entre o período de 2015 e 2018, com cálculos ente 5 e 10mm em polo inferior do rim, sintomáticos, submetidos a TCSC prévia e posteriormente submetidos a LECO. Após procedimento foi comparado a DPC medida pela TCSC, com base em 3 medidas do cálculo até a pele, entre 45 e 90 graus e observado a taxa livre de cálculo após procedimento – considerados ‘’stone free’’. Foi avaliado o índice de massa corpórea (IMC) e a densidade do cálculo (medida em unidade Hounsenfield). Em 12 pacientes foi realizado TCSC para avaliar litíase residual e apenas 6 pacientes foram submetidos posteriormente a ultrassonografia ou raio-x para este controle.
Resultados: No total, 30 pacientes (46,2%) obtiveram 100% de SF, enquanto 35 (53,8%) pacientes permaneceram com cálculos residuais. A média da DPC foi de 8,2 cm (+/- 1,7) no grupo considerado SF e 10,53cm (+/- 1,8) no grupo com litíase residual (P<0,010)
Conclusões: Apesar de outros fatores, estatisticamente, a DPC sozinha pode predizer resultados da LECO em cálice inferior.

Palavras Chave ( separado por ; )

litotripsia; calculos renais; tomografia computadorizada

Área

Litíase / Endourologia

Instituições

Hospital Beneficiência Portuguesa - Sao Paulo - Brasil, Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP - Sao Paulo - Brasil

Autores

Marcelo Denilson Baptistussi, João Antônio Vannucci Paluan, Gabriel Salim Casseb, Haylton Jorge Suaid, Fabiano Parigi, Felipe Barufaldi, Minoru Morihisa, Murilo Ferreira Andrade, Matheus Soares Vital, Luiz Mário Gentil Neto