Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

USO DE AGUA DE COCO EM PO NA PREPARAÇAO DE ESPERMATOZOIDES PARA UTILIZAÇAO EM TECNICAS DE REPRODUÇAO ASSISTIDA

Resumo

Introdução: A água de coco apresenta características que a classificam como um bom meio de conservação seminal. No presente estudo, foi utilizado o meio à base de água de coco em pó (ACP-113 up) com pH e osmolaridade adequados à manipulação de sêmen humano.
Objetivo: Analisar a utilização da água de coco na preparação e recuperação de espermatozóides em técnicas de reprodução assistida.
Métodos: Amostras normozoospérmicas de 50 voluntários foram colhidas em uma clínica de reprodução humana através de masturbação. As amostras foram incubadas, mantidas e aquecidas a 37 º até sua liquefação. Em seguida, realizou-se análise seminal padrão conforme a 5ª edição do Manual de Processamento do Sêmen Humano,da Organização Mundial da Saúde. No estudo, foram formados os seguintes Grupos Experimentais: GC = Grupo Controle (sêmen fresco); G1 = Grupo 1 (padrão ouro; lavagem com PBS e swim up com HTF; G2 = Grupo 2 (lavagem com PBS e swim up com ACP-113up; G3 = Grupo 3 (lavagem com ACP-113up e swim up com ACP-113 up. A avaliação seminal foi realizada em dois momentos: Lavagem seminal e Swim up.
Resultados:As análises do sobrenadante do swim up foram comparadas grupo a grupo. Os parâmetros analisados foram: concentração ([sptz]/ml); motilidade total (motilidade A + motilidade B; %); e morfologia total (segundo critério de Kruge). As alterações na morfologia foram classificadas em alterações de cabeça (%), de acrossoma (%), e de três segmentos do espermatozóide: acrossoma (A), cabeça (C), peça intermediária (PI), e flagelo (F) ou em todos os segmentos(A+C+PI+F). Foi utilizado o teste estatístico de Mann-Whitney para avaliação de variáveis não paramétricas.
A análise dos resultados da técnica de swim up revelou que a concentração e motilidade dos espermatozoides recuperados no grupo G1 (lavagem PBS + swim up HTF) foi superior aos obtidos nos grupos G2 (lavagem PBS + swim up ACP-113up) e G3 (lavagem ACP-113up + swim up ACP-113up) (p < 0,05). O grupo G3 foi o que apresentou melhor percentual de espermatozoides morfologicamente normais quando comparado com os grupos G1 e G2 (p < 0,05)
Conclusão: O uso de água de coco resultou em taxas inferiores de concentração e motilidade espermática. A morfologia se mostrou não inferior ao padrão e, como os índices de fertilização dos óvulos estão mais relacionados com a morfologia dos espermatozoides, avaliou-se que a preparação dos mesmos com água de coco pode mostrar-se clinicamente viável.

Palavras Chave ( separado por ; )

Infertilidade masculina; Sêmen; Água de coco

Área

Infertilidade

Instituições

Unifor - Ceara - Brasil

Autores

Ivon Teixeira de Souza, Ingryd Diógenes Pinheiro Gomes, Ianara Nogueira Dutra, Amanda Alencar de Carvalho, Eduardo Linhares Soares, Sarah de Sousa Magalhães, Edilson Lopes de Oliveira Junior, Yvilla Cinara Magalhães