Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

SOLUÇAO DE 3-PHASES PTAS ASSOCIADA AO PROTOCOLO EUROPROGRAM EM PACIENTE SUBMETIDO A PROSTATECTOMIA RADICAL ROBOTICA – RELATO DE CASO

Resumo

A dor pós-operatoria é mostra-se como um grande problema. Dor é um fenômeno biopsicossocial que se relaciona ao sofrimento e a mediadores cuja importância envolvem todo o processo do cuidado médico, desde o momento do diagnóstico, ao pós-operatório podendo destacar o pré e intra-operatório. A associação entre anestesia geral e anestesia local pode melhorar os resultados pós-operatórios através de efeitos sinérgicos na via da dor. Nesse sentido, a associação da anestesia geral e anestesia local com solução 3-phases PTAS( Preemptive Target Anesthetic Solutiona), solução criada na França, composta de Bicarbonato de Sódio a 8,4%, Sulfato de Magnesio, Hidrocortisona, Dexametasona, Clorpromazina, Clonidina, Quetamina e Ropivacaína mostra-se eficaz na analgesia pós-operatório bem como na diminuição do tempo de internação.

Objetivos: Mostramos um relato de caso em que paciente submetido a prostatectomia radical robótica no Hospital Vera Cruz (Campinas-SP) sob anestesia geral inalatória e bloqueio local com solução 3-phases PTAS tendo alta precoce ainda no pós-operatório imediato.

Métodos: Paciente de 55 anos, diagnosticado com tumor de próstata de baixo risco, foi submetido a prostatectomia radical robótica sob anestesia geral inalatória e bloqueio local na incisão de todos trocateres com solução 3-phases PTAS interessando pele, tecido celular subcutâneo, aponeurose e músculo além da dissecção do espaço de Retzius com infiltração da mesma, ao final da cirurgia foi injetada solução com seringa através dos trocateres na região peri-anastomose e injetado 100 ml da mesma intra-vesical deixando agir por 30 minutos. Tempo cirúrgico de 150 minutos e anestésico de 200 minutos, com sangramento estimado em 200 ml tendo iniciado as 07:30 horas da manhã, paciente em uso de sonda vesical de demora após procedimento.

Resultados: Paciente foi extubado às 11:30, ingeriu agua às 12:30 ainda na RPA. Chegou a enfermaria às 14 horas, alimentou-se com lanche logo após a chegada tendo iniciado a deambulação por volta das 15 horas, recebeu alta às 20 horas, totalmente assintomático.

Conclusões: A solução 3-phases PTAS associada a todo Europrogram( International Perioperative Europrogram) mostrou-se eficaz em reduzir o tempo de internação bem como a dor no pós-operatório imediato permitindo alta precoce ao paciente submetido a Prostatectomia Radical Robótica reduzindo assim custos para a instituição associado ao bem-estar do paciente.

Palavras Chave ( separado por ; )

Solução 3-phases PTAS, Prostatectomia Radical, Cirurgia Robótica, Europrogram

Área

Uro-oncologia

Instituições

Hospital da Puc-Campinas - Sao Paulo - Brasil, Hospital Vera Cruz - Sao Paulo - Brasil

Autores

Edison Schneider Monteiro, Joao Carlos Das Neves Pereira, Rafael Pereira Coltri, Bruno Bonadiman Mongenot, Fernando Ribeiro Gonçalves, Andre Meirelles dos Santos