Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

UM NOVO DISPOSITIVO PARA ESVAZIAMENTO INTERMITENTE DA BEXIGA EM PACIENTES DO SEXO MASCULINO: ESTUDO PILOTO

Resumo

Contextualização: O manejo urológico dos distúrbios miccionais em pacientes do sexo masculino merece grande atenção, principalmente quanto às patologias uretrais e incontinência urinária. As causas para disfunção vesical de armazenamento e esvaziamento são diversas, tais como: lesão neurogênica, traumática e infecciosa. Os manejos dessas patologias podem ser realizados através de cateterismo intermitente limpo (CIL), uso de sonda vesical de demora e abordagens cirúrgicas. Estes procedimentos podem acarretar impacto negativo na autoestima e qualidade de vida. Perante esta situação, a utilização de um dispositivo de esvaziamento vesical propõe ser uma alternativa com a vantagem de não ser implantável, eficaz e causar impacto positivo na qualidade de vida destes pacientes.

Objetivo: O objetivo do estudo foi avaliar a funcionalidade de um novo dispositivo para o esvaziamento intermitente da bexiga em pacientes do sexo masculino com falhas dos mecanismos de enchimento e esvaziamento vesical.

Materiais e métodos: Foi realizado estudo clínico piloto e prospectivo, em 20 pacientes do sexo masculino recrutados no período novembro/2018 a abril/2019. Avaliado o impacto na qualidade de vida, incidência da infecção no trato urinário, eventos adversos e necessidade de uso de absorventes ou fraldas.

Resultados: A aposição do dispositivo foi realizada em caráter ambulatorial, não havendo intercorrências durante os procedimentos. O dispositivo é trocado a cada 2 meses, foi bem tolerado pelos pacientes e estão em acompanhamento mensal. Apresentaram melhora significativa na qualidade de vida, quando comparado ao momento anterior ao dispositivo. 03 pacientes apresentaram infecção do trato urinário, sem complicações. Não houveram efeitos adversos graves. Ocorreu redução do número de fraldas e protetores diários.

Conclusão: O estudo piloto com o novo dispositivo em pacientes do sexo masculino apresentou resultados promissores em relação à funcionalidade, mostrando melhora na qualidade de vida, e diminuição dos episódios de infeção urinária. Existe a limitação do estudo relacionada ao pequeno número de pacientes avaliados e o período limitado de observação. Estudo adicional com maior número de pacientes e maior tempo de acompanhamento são necessários.

Palavras Chave ( separado por ; )

Bexiga urinária neurogênica, Cateterismo uretral intermitente, Qualidade de vida, Estenose de Uretra

Área

Uroneurologia / Disfunção Miccionais / Urodinâmica

Instituições

UFPE - Pernambuco - Brasil

Autores

Salvador Vilar Correia Lima, Fernanda Camila Ferreira da Silva Calisto, Eugenio Soares Lustosa, Heron Oliveira Schots, Fabio de Oliveira Vilar, Gustavo Cavalcanti Wanderley, Paulo Ricardo da Silva Santos, Marcos Khalaf Farah Albeny