Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

QUAIS METODOS ESTAO DE FATO SENDO USADOS PARA AVALIAÇAO DOS RESULTADOS POS-OPERATORIOS DE PACIENTE SUBMETIDOS A CIRURGIA PARA INCONTINENCIA URINARIA MASCULINA?

Resumo

Introdução e objetivos: Avaliar a frequência dos métodos e questionários utilizados em protocolos para avaliar os resultados de incontinência urinária masculina após cirurgia de implante de Sling Masculino (SM) e esfíncter urinário artificial (EUA), num período de três anos.
Métodos: Revisão da literatura, conduzida em janeiro de 2018, no PubMED/MEDLINE. Foram utilizados os seguintes termos: (male incontinence AND prostatectomy AND (sling OR artificial sphincter OR bulking agent OR treatment OR therapy) AND 2015[PDAT]: 2018[PDAT]). Foram analisados 419 trabalhos e selecionados 38. Comparamos a frequência de utilização dos métodos de avaliação bem como se houve diferença entre os protocolos para avaliação de SM e EUA.
Resultados: Praticamente todos os trabalhos (92,1%) utilizaram o teste de absorvente para medir sucesso do procedimento. A maioria dos trabalhos utilizou como critério de cura o uso de um absorvente por dia (68,4%). Incontinência de volume inferior a 5g por dia foi considerado cura em 15,8% e uso de nenhum absorvente foi utilizado como critério de cura em apenas 13,2% dos trabalhos. Não houve diferença significativa entre os trabalhos de SM e EUA. Uma redução de 50% do número de absorventes utilizado foi utilizado em 47,8%, o limite de dois absorventes por dia foi utilizado em 31,6% e não houve diferença significativa entre os trabalhos de SM e EUA. A maioria dos protocolos utiliza algum questionário de avaliação da qualidade de vida/satisfação (78,9%), o que reflete a preocupação com esse aspecto do resultado cirúrgico, em especial nos protocolos de SM. O PGI-I foi utilizado em 44,1% dos pacientes (53,6% em SM e 10% em EUA; p=0,025), VAS ficou em segundo lugar com 36% (50% em SM e 0% em EUA; p=0,006) e 21,1% não utilizou nenhum desses questionários. Os questionários LANSS, GRA e KHO foram utilizados com uma frequência muito menor. Em relação ao método para relatar complicações cirúrgicas, a classificação de Clavien-Dindo foi utilizada em 50% dos pacientes, sem diferença estatística entre SM e EUA (57% SM e 30% EUA; p=0,26).
Conclusão: Nosso estudo evidenciou que o teste do absorvente foi o método mais utilizado para medir resultados cirúrgicos (92,1%). O limite de um absorvente por dia foi o critério de cura mais utilizado (68,4%) e a redução de 50% no uso de abosrventes foi o critério de melhora mais utilizado (47,8%). Questionários de qualidade de vida/satisfação são ferramentas muito importantes, e utilizadas em 78,9% dos protocolos.

Palavras Chave ( separado por ; )

: SLING MASCULINO; ESFÍNCTER URINÁRIO ARTIFICIAL; MÉTODOS DE AVALIAÇÃO

Área

Uroneurologia / Disfunção Miccionais / Urodinâmica

Instituições

AR-KLA-TEX UROLOGY - - Estados Unidos, INSTITUTO D’OR DE PESQUISA E ENSINO - Sao Paulo - Brasil

Autores

DANIEL MOSER, FERNANDO RUSSO, GERARD HENRY, GERALDO MUNGUBA MACEDO, BRUNO ROBERTO SILVA FERREIRA, ANGELO CUNHA FIGUEIREDO FILHO